CARACTERIZAÇÃO CENTESIMAL E PERFIL EM ÁCIDOS GRAXOS DO MESOCARPO EXTERNO DE PEQUI (Caryocar brasiliense)

Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Detalhes
  • Tipo de apresentação: Pôster
  • Eixo temático: Ciência de Alimentos e Nutrição (CN)
  • Palavras chaves: Mesocarpo externo; FIBRAS; Composição centesimal;
  • 1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso
  • 2 Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia dos Alimentos / Centro de Ciências Rurais / Universidade Federal de Santa Maria
  • 3 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

CARACTERIZAÇÃO CENTESIMAL E PERFIL EM ÁCIDOS GRAXOS DO MESOCARPO EXTERNO DE PEQUI (Caryocar brasiliense)

Admilson Costa da Cunha

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso

Resumo
O objetivo deste estudo foi a caracterização da composição centesimal e perfil em ácidos graxos do mesocarpo externo do Pequi (Caryocar brasiliense). As amostras do mesocarpo externo (casca) de pequi foram cortadas, trituradas e analisadas a fim de quantificar os parâmetros de umidade, cinzas, gorduras, proteínas, carboidratos e fibras, bem como o perfil de ácidos graxos por cromatografia gasosa. Foi possível observar que o mesocarpo externo mais a casca de pequi apresentam alto teor de fibras e um teor considerável de carboidratos em base seca. Além disso, o produto apresenta baixa concentração de gorduras, onde 60% são gorduras insaturadas com 17,5% de ácido linoleico, que é um ácido graxo essencial.
Questões (2 tópicos)

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Autor

Admilson Costa da Cunha

Sem dúvidas a aquisição da matéria prima, pois trata-se de um fruto típico do serrado e adquirir e transportá-los até o laboratório, envolveu muita logística.
Autor

Admilson Costa da Cunha

Por enquanto não. Agora o meu foco está sendo outro. Mas, futuramente seria interessante determinar melhor os tipos de fibras existentes e quem sabe, desenvolver um produto, a partir delas.