30812

ANÁLISE DOCUMENTAL DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ESPECIAL

Favorite this paper

Este estudo teve como objetivo verificar por meio de análise documental como um Programa de Educação Especial (PEE) identifica alunos do Ensino Fundamental com necessidades educacionais especiais (NEE) e averiguar as suas situações escolares. De 121 prontuários de alunos, 59 foram identificados com NEE.
Nas queixas livres dos professores regentes, encontraram-se diferentes tipos de dificuldades, tais como: - dificuldades de aprendizagem de leitura e escrita; - comunicação e linguagem; - agitação excessiva e – queixas indefinidas. Nas avaliações realizadas pela equipe do PEE, os resultados apontaram: 59 avaliações pedagógicas, 8 fonoaudiológicas e 35 psicológicas. a área educacional os 59 alunos receberam acompanhamento da Educação Especial.
Desses alunos, no ano de 2007, 36 continuavam sendo acompanhados pela Educação Especial, os demais, transferiram-se de cidade ou de escola. Neste estudo constatou-se que as avaliações realizadas envolveram um conjunto de pessoas como: o aluno, o professor regente da sala de aula, o de Educação Especial, o psicólogo, o fonoaudiólogo e a família.
Percebeu-se que a intenção das avaliações era a de identificar os tipos de apoios que os alunos precisavam e contribuir com os professores orientandoos a lidar com os alunos em suas dificuldades. Na consulta realizada ao PEE, em 2014, verificou-se que a identificação desses alunos continua, com acompanhamento pelo atendimento educacional especializado nas Salas de Recursos Multifuncionais.