79104

O processo decisório de tomada de financiamento em empresas limitadas: equilíbrio ótimo da estrutura de capital e o processo de tomada de decisão com suas diferentes variáveis

Favoritar este trabalho

Em um cenário mundial de globalização, onde a competitividade não se restringe apenas às organizações de um mesmo território e a disseminação da informação acontece na era digital, uma falha estratégica na estrutura de capital pode ocasionar estagnação, regressão ou até mesmo elevar as chances de falência. Embora não se possa fixar uma estrutura ideal, a estrutura ótima para cada empresa é aquela que implica no menor custo médio de capital que vai trazer o maior retorno. Logo, tal questão torna-se essencial aos proprietários e guia o seu comportamento, uma vez que incumbe em um maximização no valor da empresa. Tendo em vista tais aspectos, o objetivo da pesquisa consiste no entendimento das diversas variáveis que influenciam no processo de tomada de decisão da estrutura de capital. Através da análise de empresas brasileiras de capital aberto, busca-se, em especial, a comprovação empírica, ou não, da influência da composição e concentração societária na estrutura de capital. Para tanto, visa-se a análise do nível de endividamento das empresas, de forma a se comparar estruturas societárias mais concentradas ou mais pulverizadas. Dessa maneira, foi utilizado o método de regressão de dados em painel.