Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

A obesidade é um problema saúde pública global, sendo fator de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas. A casca da mangabeira (Hancornia speciosa) contém compostos fenólicos, reconhecidos pela alta capacidade antioxidante, propriedades anti-inflamatórias e potencial regulador de peso. O presente estudo objetivou analisar o efeito antiobesogênico de um gel comestível contendo extrato da casca da mangabeira em modelo animal induzido à obesidade. O extrato foi caracterizado quanto ao perfil de compostos fenólicos utilizando sistema de Cromatografia Líquida de Ultra Eficiência acoplado à Espectrometria de Massas (UHPLC-MS). Foram utilizados 22 ratos Wistar machos, recém-desmamados, distribuídos randomicamente em quatro grupos: controle (C, n=6); controle mangaba (CM, n=6) e hiperlipídico (H, n=6); hiperlipídico mangaba (HM, n=4), alimentados com dieta controle (AIN-93M) ou hiperlipídica, respectivamente, durante 13 semanas. O gel com extrato de mangabeira (820mg/kg/dia) foi ofertado diariamente, via gavagem para os grupos CM e HM, enquanto grupos C e H receberam apenas gel. Foram avaliados o consumo alimentar, ganho de peso, ingestão alimentar e glicemia de jejum. O extrato apresentou procianidinas, catequinas, epicatequinas e floridzina. Os grupos H e HM apresentaram maior ingestão energética, justificado pela maior densidade energética da dieta hiperlipídica ofertada (5,13 kcal/g) em relação a dieta controle (3,45 kcal/g). O ganho de peso foi maior nos grupos hiperlipídicos quando comparados ao controle, independe do tratamento (F 1,17=5,94; p<0,02). O tratamento com extrato de mangaba reduziu o ganho de peso corporal independente da dieta ofertada (F 1,17=13,23 p<0,002). O peso final dos grupos tratados com gel de mangaba foi menor em comparação ao dos grupos não tratados, independente do estado nutricional (F 1,17=9,62 p<0,0065). A glicemia de jejum não diferiu entre os grupos. Os dados encontrados corroboram com a literatura, indicando potenciais efeitos benéficos a saúde utilizando a mangabeira, que pode ser uma estratégia na prevenção da obesidade.

Questões (2 tópicos)

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Autor

Ana Paula Aparecida Pereira

Olá,  Alice. Obrigada pelo interesse em nosso estudo.

Nós ainda estamos avaliando os possíveis mecanismos em duas principais frentes: efeito anti-inflamatório e antioxidante dos compostos fenólicos identificados no extrato.

Instituições
  • 1 Universidade Federal de Mato Grosso
  • 2 Universidade Federal do ABC
Eixo Temático
  • Ciência de Alimentos e Nutrição (CN)
Palavras-chave
Hancornia speciosa; compostos fenólicos; obesidade