Normas de Publicação

Modalidades de Trabalhos

Trabalhos científicos: resumos que se orientam por uma pergunta ou hipótese, que têm um método científico explicitado e que descrevem os resultados criticamente em cotejo com a literatura. 


Relatos de experiência: referem-se a uma intervenção, processo ou atividade desenvolvida em espaços de atuação da Vigilância Sanitária, incluindo os Laboratórios de Saúde Pública. O autor deve relatar o objeto da experiência, o contexto no qual ocorreu, a descrição da execução (incluindo período de realização, local e sujeitos envolvidos) e análise crítica dos resultados.

Modalidades de Apresentação


As apresentações orais ocorrem nas sessões de Comunicações Coordenadas e Discussões Temáticas.
As Comunicações Coordenadas (CC) se constituem em sessões com um número determinado de trabalhos. Após as apresentações haverá espaço para perguntas aos apresentadores.
Nas Discussões Temáticas (DT) haverá a exposição oral de até seis trabalhos, selecionados por sua relevância, pertinência e por abordar questões significativas ao tema em que foi inscrito. Após as apresentações os coordenadores farão uma breve apreciação do conjunto dos trabalhos aprovados naquela DT e abrirão espaço para um debate com todos os participantes presentes, autores ou interessados no tema.


Temário

01 - Saúde dos trabalhadores e trabalhadoras do SUS
02 - Intervenções da vigilância sanitária junto a grupos vulneráveis
03 - Informação e desinformação no cotidiano da vigilância sanitária
04 - Redes Sociais e outras Mídias Digitais utilizadas pela vigilância sanitária
05 - Medidas não farmacológicas na proteção da saúde e suas repercussões na sociedade
06 - A atuação da Vigilância Sanitária de Alimentos durante a pandemia
07 - A atuação da Vigilância Sanitária pós-comercialização (Vigipós) no contexto da pandemia
08 - Ações da vigilância sanitária em relação aos Serviços de Saúde
09 - Ações da vigilância sanitária diante do uso de Kit Covid, Cloroquina, ivermectina e outros produtos
10 - Atuação da vigilância sanitária diante da vacinação em massa contra a Covid-19
11 - Elaboração de normas e protocolos
12 - Os produtos, sua utilização na pandemia e a atuação da vigilância sanitária
13 - As ações dos laboratórios de saúde pública em articulação com os serviços de vigilância sanitária
14 - Organização das três esferas do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária
15 - Uso de sistemas de informação para o planejamento das ações de vigilância sanitária
16 - Articulação da vigilância sanitária com as demais vigilâncias e instâncias/órgãos do Sistema Único de Saúde.
17 - Articulação e influência intersetorial e internacional da vigilância sanitária.
18 - Reformulação de códigos sanitários demandada pela pandemia
19 - Formação e qualificação dos profissionais de vigilância sanitária para enfrentamento da pandemia
20 - Gestão do trabalho no cotidiano da vigilância sanitária durante a pandemia
21 - Articulação da vigilância sanitária com as instâncias de controle social
22 - Pressões e interferências experimentadas na atuação da vigilância sanitária