73493

PRÁTICAS DISCURSIVAS MULTIMODAL: A PRODUÇÃO VERBO-VISUAL DA CRIANÇA EM AQUISIÇÃO DA ESCRITA NOS APLICATIVOS FACEBOOK MESSENGER E WHATSAPP MESSENGER

Favorite this paper

Este estudo tem como objetivo analisar as práticas discursivas multimodais entre pai e filha nos aplicativos Facebook Messenger e WhatsApp Messenger, a partir da inter-relação verbal-visual. Para tanto, nos apoiamos na perspectiva da multimodalidade, principalmente nos fundamentos da Semiótica Social, buscando amparo teórico nos pressupostos de Kress (1998) e Kress; Leeuwen (1996, 2011). Torna-se mister frisar que o discurso constituído nos aplicativos de mensagens instantâneas, com o auxílio das tecnologias digitais da informação e comunicação, é multimodal, visto que os recursos disponibilizados possibilitam mesclar diferentes modos semióticos, como imagem e palavras, exigindo, também, uma leitura multimodal. Quanto aos procedimentos metodológicos, a pesquisa é de natureza qualitativa e consta de um estudo de caso, a partir da seleção de quatro telas capturadas nos aplicativos Facebook Messenger e WhatsApp. Essas telas constituem-se de interações entre um pai e uma filha, de 8 anos de idade, estudante do terceiro ano do ciclo de alfabetização. Ambos usuários dos aplicativos. Analisamos a relação de sentido verbo-visual, respaldamo-nos em Santaella (2012) e Martinec e Salway (2005), elegendo as categorias de análise como: dominância, complementariedade, redundância e discrepância, e Fonte e Caiado (2014) onde verificaremos os papéis dos emojis observados, respaldando-nos nas constatações das referidas autoras, nas quais os emojis apresentaram diferentes papéis: substituir, enfatizar, antecipar, ilustrar ou sintetizar, e para nós de retomar o texto escrito. Com base nessas concepções, foi possível analisar o uso dos aspectos multimodais por parte dos informantes, e chegar à conclusão de que as práticas discursivas multimodais, que relacionam emojis e palavras, são favorecidas nos aplicativos Facebook Messenger e WhatsApp Messenger, em virtude das disponibilidades dos recursos. Nessa perspectiva, acrescentamos que as relações de produção de sentido estabelecidas entre o verbal e o não-verbal cumprem um papel de relevância nas mídias de massa da contemporaneidade. Palavras-chave:Multimodalidade; Relação Verbo-visual; Aplicativos