APLICAÇÃO DE PARÂMETROS POLARIMÉTRICOS E INTERFEROMÉTRICOS DERIVADOS DE IMAGENS ALOS/PALSAR-2 PARA A ESTIMATIVA DE VOLUME DE MADEIRA EM FLORESTAS PLANTADAS DE EUCALYPTUS sp. PINUS sp.

Vol 20, 2023. - 155659
Anais / Proceedings XX SBSR
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

Aliando sensoriamento remoto com informações de campo é possível extrapolar dados de inventário florestal de forma espacial. Além dos dados ópticos, os dados de radares têm sido cada vez mais empregados para estimativas de parâmetros florestais, como volume de madeira. Desse modo, o objetivo desse trabalho foi avaliar o potencial da utilização de variáveis polarimétricas e interferométricas derivadas de imagens PALSAR-2 (ALOS-2) para estimativa de volume de madeira em plantios comerciais de Eucalyptus sp. e Pinus sp.. A modelagem foi realizada utilizando o algoritmo Random Forest (RF) e as variáveis provenientes do coeficiente de retroespalhamento, de decomposições polarimétricas e da coerência interferométrica, considerando modelos específicos para cada espécie e um modelo genérico para ambas as espécies. Foi possível observar o potencial da coerência interferométrica para a estimativa dos modelos específicos, com os melhores resultados. Para o modelo genérico, a utilização de todas as variáveis em conjunto apresentou o melhor desempenho.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
  • 2 Universidade Estadual de Campinas
  • 3 VISIONA Tecnologia Espacial
Eixo Temático
  • 25. Sensoriamento remoto de microondas
Palavras-chave
coerência interferométrica; decomposições polarimétricas; Random Forest; Machine Learning