Favoritar este trabalho

Objetivo: Avaliar o perfil demográfico e socioeconômico de adolescentes da Coorte RPS de São Luís, Maranhão na condição “nem nem”. Métodos: Trata-se de estudo transversal com dados do terceiro seguimento da coorte de nascimento mista (prospectiva e retrospectiva) em São Luís, Maranhão, Brasil. Foram avaliados 2515 adolescentes entre 18 e 19 anos. Foram considerados na condição “nem nem” adolescentes que não estudavam nem trabalhavam. As variáveis utilizadas neste estudo foram: sexo, classe econômica segundo Classificação Economica Brasil, cor da pele autoreferida, chefe da família, situação conjugal dos pais e religião. Para avaliar os fatores associados foi utilizado o teste qui-quadrado no software Stata 14.0. Resultados: Entre os adolescentes avaliados 25,2% estavam na condição “nem nem” sendo o sexo feminino em maior percentual (26,8%); pertencentes à classe econômica D/E (30,1%); cor da pele não branca (26,2%), o pai como chefe da família (26,7%), os pais viviam juntos (26,0%) e 26,1% declararam ter alguma religião. Foram associados à condição “nem nem” o sexo feminino (p = 0,018), a classe econômica D/E (p = 0,026) e a cor da pele não branca (p = 0,026). Conclusão: Um em cada quatro adolescentes avaliados nem estudavam nem trabalhavam, destacando-se maior prevalência desta condição entre as adolescentes do sexo feminino, de baixa situação socioeconômica e não brancas.