EVOLUÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DA MORTALIDADE POR HOMICIDIOS EM HOMENS NO ESTADO DA BAHIA

Vol 2, 2021 - 141619
Pôster Eletrônico - PE31 - Epidemiologia dos acidentes, violências e lesões físicas - Violências interpessoais, comunitárias e familiares (TODOS OS DIAS)
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

O presente estudo teve como objetivo: analisar a distribuição espacial e temporal da mortalidade por homicídio no estado da Bahia. Metodologia: Foi realizado um estudo ecológico com a população masculina de 15 a 39 anos do estado da Bahia, no período de 2010 a 2018. Foram analisados dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade, referentes aos homicídios (X85 a Y09) e as estimativas populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A existência de correlação espacial, a presença de conglomerados (clusters) e áreas críticas foram analisadas por meio dos índices (I) de Moran, global e local. Resultados: Foi possível identificar padrão espacial não aleatório na distribuição das taxas de mortalidade, além da presença de 2 conglomerados locais (clusters): um na macrorregião de saúde Leste, e o segundo compreendendo municípios das Macrorregiões Sul e Extremo Sul. Conclusão: O estudo destaca necessidade de se explorar mais o assunto de tal forma que se possa obter um melhor entendimento do fenômeno da violência no estado da Bahia, acarretando em medidas para se prevenir e minimizar os efeitos deste problema na sociedade.

Eixo Temático
  • Epidemiologia dos acidentes, violências e lesões físicas