ASSOCIAÇÃO ENTRE EMPODERAMENTO FEMININO E DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM PAÍSES AFRICANOS

Vol 2, 2021 - 142015
Pôster Eletrônico - PE41 - Epidemiologia social e determinantes sociais em saúde (TODOS OS DIAS)
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

Objetivos Investigar se o empoderamento das mães está associado ao desenvolvimento da primeira infância em 26 países africanos. Métodos Foram utilizados dados de inquéritos DHS e MICS que variaram de 2010 a 2018. Quatro domínios de desenvolvimento foram avaliados entre crianças de 36 a 59 meses, usando o Índice de Desenvolvimento Infantil: literacia-numeracia, físico, aprendizagem e socioemocional. O empoderamento das mulheres em relação à violência, independência social e tomada de decisões foi avaliado usando o SWPER Global, um índice validado. Usamos regressão logística para estimar as associações entre o nível de poder da mãe em cada domínio e o desenvolvimento de seus filhos controlados pela riqueza. Resultados Em todos os países, 15,1% das crianças estavam ‘on track’ no domínio da literacia-numeracia, 92,3% no físico, 81,3% no aprendizado e 67,8% no socioemocional. As chances de uma criança estar ‘on track’ na literacia-numeracia aumentaram 11%, 34% e 18%, com um aumento de um desvio padrão nas pontuações dos domínios de empoderamento de atitudes em relação à violência, independência social e tomada de decisão, respectivamente. Nenhum efeito de empoderamento foi observado nos outros domínios do desenvolvimento infantil na maioria dos países. Conclusões Encontramos um efeito consistente e positivo do empoderamento das mães no domínio do desenvolvimento infantil da literacia-numeracia. Os efeitos nulos em outros domínios do desenvolvimento podem estar relacionados à menor variabilidade nesses desfechos ou a efeitos específicos na literacia-numeracia.

Eixo Temático
  • Epidemiologia social e determinantes sociais em saúde