Cultura, sensibilidade e comunicação intersensorial: as festas das aparelhagens no Estado do Pará

Vol 30, 2021 - 140525
Comunicação Oral
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

O artigo se propõe a pensar as festas de aparelhagem, tradicionais eventos festivos do estado do Pará, a partir de sua dimensão tecnológica e assim, enquanto dinâmica de criação, produção e reverberação sensorial. A partir de uma pesquisa etnográfica e refletindo sobre a importância dos dispositivos tecnológicos presentes nas aparelhagens, busca-se compreender a comunicação intersensorial presente nesses eventos e, da mesma forma, os sentidos de cultura e de intersubjetividade. Nesse percurso, discute-se a relação entre comunicação, cultura, tecnologia e sensorialidade utilizando Le Breton (2016a; 2016b), Laplantine (2017) e Anonimizado (2018). Também recorre-se a Miller (2008; 1998) e Gonçalves (2007) para refletir sobre a cultura material produzida em torno dos artefatos tecnológicos das festas e a Anonimizado (2020) para debater a problemática da comunicação intersensorial.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Universidade Federal do Pará
Eixo Temático
  • 3 - COMUNICAÇÃO E CULTURA