82427
Favoritar este trabalho

Trata-se de um relato de experiência sobre as atividades desenvolvidas no grupo CuidaDor, da Clínica da Família Wilma Costa (CFWC), na Ilha do Governador/RJ. Objetivos do grupo: educação em saúde sobre dor; facilitação de técnicas de controle de dor e autocuidado. Foram utilizadas duas metodologias, divididas em dois módulos: o primeiro com 10 encontros, com técnicas de respiração e relaxamento para induzir a resposta ao relaxamento (RR), propostas primariamente por Hebert Benson e colaboradores da universidade de Harvard Medical School na década de 1970; e o segundo, com 5 encontros, a Escola de Coluna - criada na Suécia em 1969 pela fisioterapeuta Mariane Zachrrison-Forssel - que consiste em um treinamento teórico-prático postural para prevenção e tratamento da lombalgia. Critérios de inclusão: ser morador da área adscrita ou profissional da CFWC, ter mais de 10 anos de idade, ter interesse em adquirir novos conhecimentos. Critérios de exclusão: ter algum transtorno físico ou mental que prejudicasse o andamento das atividades. O grupo era aberto de modo a permitir a entrada de novos participantes. Foram realizados 15 encontros no período entre maio e agosto de 2017. Foram inscritas 18 pessoas, a frequência média foi de 9,5 participantes por sessão, de ambos os sexos, com predomínio de idosos. Na maioria dos encontros eram feitos: apresentação e partilha da experiência, técnicas de RR, alongamento e finalização. Ao final, observamos a redução da expectativa dos usuários por uma cura milagrosa e da demanda por medicações e agendamentos pro matriciamento de Clínica da Dor; aumento da adesão às atividades físicas e às técnicas aprendidas, mesmo em vigência de dor; e melhora da dor. Tudo isso contribuiu para aumentar a autonomia e o uso de estratégias de enfrentamento eficazes e melhorar a qualidade de vida. Como um novo ciclo do grupo foi iniciado, seus resultados serão reavaliados.