81638

Alta incidência de blumenauenses com hipertensão arterial e diabetes em bairros carentes

Favoritar este trabalho

Introdução: Hipertensão arterial e a diabetes são duas das doenças que mais crescem no Brasil, na última década. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2016, 25,7% da população brasileira é composta por hipertensos e 8,9 % por diabéticos. Objetivos: Demonstrar a alta incidência dessas doenças e buscar medidas que podem ser tomadas para melhorar a qualidade de vida desses grupos. Metodologia: Por meio de um questionário, aplicado e elaborado por acadêmicos de medicina do segundo período da FURB, na micro área da ESF Marco Francisco Barth, no bairro Progresso da cidade de Blumenau – SC, realizado com 123 moradores da região, no qual constavam perguntas sobre doenças, uso de medicação controlada, exercícios físicos e qualidade de vida. Foram realizados cálculos bioestatísticos, com índice de confiança de 95%, que forneceram maior confiabilidade no alto número de casos que foi observado no território. Discussão: A frequência dos casos de hipertensão arterial foi de 63,42% e a diabetes de 15,45% dos entrevistados. Esses números chamam atenção pelo fato das duas doenças serem as de maior incidência e juntas afetarem mais da metade da amostra utilizada. Outra observação foi de que uma boa parcela das pessoas que realizam o tratamento dessas doenças, têm dificuldade para classificar os medicamentos utilizados como controlados e de uso continuo, assim como distinguir o que é considerado atividade física e alimentação saudável, ou não. Conclusão: Conclui-se que a hipertensão arterial e a diabetes são doenças que atingem cada vez mais a população, e que, por esse motivo merecem a devida atenção voltada para a sua prevenção e tratamento. É necessária uma conscientização sobre os benefícios da alimentação saudável e balanceada e o incentivo a realização de exercícios físicos que auxiliem na qualidade de vida desses pacientes.