81616

Acolhimento e/ou acesso avançado: Como garantir o melhor acesso?

Favoritar este trabalho

Introdução: O acesso avançado, sistema de agendamento de consultas onde o usuário será atendido pelo médico em até 48 horas após o contato com o serviço de saúde, foi implementado na Atenção Primária a Saúde (APS) de diversos sistemas Nacionais de Saúde no mundo, como Canadá e Inglaterra, com o objetivo de melhorar o acesso aos cuidados em saúde. Objetivo: Descrever a experiência dos atendimentos e organização da agenda após a implementação do modelo de acolhimento/acesso avançado em uma USF em Porto Alegre. Método: Desde janeiro de 2016 iniciou-se a implementação do acolhimento/Acesso Avançado na USF Estrada dos Alpes. Organizou-se as agendas de forma que houvesse até 5 consultas agendadas por turno e as demais consultas realizadas no dia são reguladas pelas demandas dos usuários, após escuta realizada pela equipe de saúde. Realizou-se uma análise retrospectiva das consultas no mês de julho de 2017. Foram realizadas 310 atendimentos de demanda espontânea, 74 consultas médicas agendadas, 39 enfermagem e 80 odontologia e 3 encaminhamentos à emergência. Discussão: o acesso é um dos atributos da APS com pior avaliação dos usuários. O surgimento do acolhimento/Acesso avançado é uma forma de aprimorar o cuidado, evitando o surgimento de uma demanda represada de atendimentos e idas desnecessárias as Emergências. A implementação desta ferramenta exige educação dos usuários para o novo funcionamento, evitando hiperconsultadores ou distanciamento do serviço de saúde por deixar a consulta sem retorno agendado. Conclusão: o acolhimento/acesso avançado é um modelo promissor de organização de consultas, que se mostra resolutivo e garante o acesso da população aos serviços de saúde. Neste relato de experiência a resolutividade é centralizada na equipe e não exclusivamente no médico. Sua implementação deve ser planejada cautelosamente, garantindo a participação de toda Equipe de Saúde nessa transição, bem como a manutenção da longitudinalidade.