Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

A saúde materno-infantil compreende um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030. A Rede Cegonha trazia como um de seus objetivos garantir assistência de qualidade à mulher do planejamento reprodutivo ao puerpério e à criança do nascimento aos 24 meses exigindo a corresponsabilização de gestores na condução dessa estratégia para a qualificação da assistência prestada.

Objetivos

Avaliar as práticas de gestão qualificadoras da atenção à saúde materno-infantil em Sobral/CE, no âmbito da Rede Cegonha.

Metodologia

Pesquisa avaliativa, qualitativa, realizada em Sobral/CE, no período de junho de 2019 a março de 2020, a partir da análise de documentos, diário de campo e entrevistas semiestruturada aplicada com 14 gestores e/ou coordenadores da atenção e da educação na saúde de Sobral/CE e do Estado do Ceará. As informações foram analisadas pela técnica análise temática de conteúdo e documental de Bardin, com suporte do software MAXQDA Analytics Pro 2000. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, com protocolo de número 3.355.553.

Resultados

Dentre as iniciativas de gestão para qualificação da atenção materno-infantil, identificou-se: investimento nas práticas de integração ensino-serviço, consideradas suporte às práticas de qualificação da assistência prestada; apoio e desenvolvimento de políticas, projetos e ações de saúde voltadas ao público materno-infantil na lógica das redes de atenção; inserção de enfermeiros da Secretaria Municipal da Saúde, nas maternidades de referência, para fins de acompanhamento das gestantes, parturientes, puérperas e neonatos; monitoramento e avaliação dos indicadores de saúde materno-infantil por colegiados gestores; e, planejamento participativo das ações voltadas à saúde materno-infantil.

Conclusões/Considerações

A condução da gestão municipal e da saúde do local de estudo, nos últimos 23 anos, foram fundamentais para o avanço e o fortalecimento das políticas municipais de atenção à saúde materno-infantil. O conjunto de ações, políticas e projetos desenvolvidos favoreceram a qualificação da atenção à saúde materno-infantil e, consequentemente, a melhoria nos indicadores de saúde materno-infantil.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Eixo Temático
  • Eixo 03 - Sistema Único de Saúde: desafios persistentes e perspectivas