Favoritar este trabalho

Objetivou-se comparar a expressão gênica da proteína desacopladora (UCP) em frangos de corte suplementados com dietas contendo diferentes níveis de glicerina (0%, 6% e 12%). As amostras de músculo Pectoralis major foram coletadas de seis animais com 42 dias de idade de cada um dos três tratamentos de um delineamento inteiramente casualizado. A expressão relativa do gene UCP foi feita por RT-qPCR usando o sistema de fluorescência SYBR Green e o gene β-actina foi utilizado como controle endógeno. As análises foram feitas pelo proc MIXED do software SAS. O nível de 12% comparado ao de 6% de glicerina alterou a expressão do gene UCP no músculo de frangos de corte aos 42 dias de idade, porém, quando comparado ao controle, não mostrou diferença significativa. Entretanto, é indispensável mais estudos para o melhor entendimento dos mecanismos fisiológicos tanto em nível celular quanto em nível molecular para auxiliar na explicação das diferenças encontradas no desempenho das aves.