IMPACTOS DAS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA EMERGÊNCIA DO TRAUMA DE UM HOSPITAL TERCIÁRIO NAS PRÁTICAS ANTI-PROFISSIONAIS [1]

Vol 4 2021 - 137093
Trabalho
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

As unidades de Urgência e Emergência correspondem a serviços de saúde complexos, nos quais as condições de trabalho e o atendimento humanizado são dimensões importantes a serem avaliadas e aprimoradas, principalmente quando comparados ao Programa Nacional de Humanização (PNH), estabelecido pelo Sistema Nacional de Saúde. O presente estudo tem por objetivo conhecer as relações de trabalho existentes na Unidade de Emergência Referenciada do Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas - UER/Unicamp, identificar atitudes antiprofissionais e práticas desumanizadas e analisar relações entre essas atitudes e as condições de trabalho. Foram realizadas extensas revisões bibliográficas acerca do tema, apontando questões pré-existentes, seguidos de seis períodos observacionais de quatro horas cada. Verificou-se a presença recorrente de entraves nas condições de trabalho, os quais foram agrupados em macrogrupos temáticos: espaço físico limitado, burocracia, escassez de recursos e comunicação. Tais achados demonstraram ter grande contribuição para que atitudes desumanizadas ocorram e, consequentemente, não se aplique a PNH de forma completa, de forma que pudemos concluir que há importante impacto das condições de trabalho na incidência de atitudes desumanizadas e práticas antiprofissionais, podendo, a partir disso, indicar algumas possibilidades de abordagem frente às cenas observadas.

Apoio/Financiamento da Pesquisa: PIBIC/CNPq

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Unicamp
  • 2 Universidade Estadual de Campinas
Eixo Temático
  • BIOLÓGICAS
Palavras-chave
Humanização
Ética profissional
Emergência