78550

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE REGENERAÇÃO HEPÁTICA EM CAMUNDONGOS OBESOS SUBMETIDOS À HEPATECTOMIA PARCIAL

Favoritar este trabalho

A prevalência de obesidade no mundo é crescente e, atrelada a ela, o desenvolvimento de doenças hepáticas. O tratamento dessas doenças em estágio avançado pode trazer riscos, visto que muitas vezes a única opção é a ressecção do órgão. Dessa forma, estudos adicionais fazem-se necessários para compreender a capacidade regenerativa hepática em indivíduos obesos.