58629

CUIDADOS PERIOPERATÓRIOS DE ENFERMAGEM PRESTADOS A PACIENTES SUBMETIDOS A PROTOCOLOS DE ACELERAÇÃO DA RECUPERAÇÃO PÓS-OPERATÓRIA: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

Objetivo: investigar as evidências disponíveis na literatura sobre os cuidados de enfermagem prestados a pacientes cirúrgicos submetidos a protocolos de aceleração da recuperação pós-operatória. Método: trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Para a seleção dos artigos foram consultadas as bases de dados Medline/Pubmed, CINAHL e LILACS. Estabeleceram os seguintes descritores controlados e não controlados: postoperative nursing care, postoperative care, perioperative nursing, perioperative care, ACERTO Protocol, fast track protocol, ERAS protocol, enhanced recovery after surgery, nutritional therapy, fasting, aceleração total da recuperação pós-operatória, multimodal perioperative protocol. Os critérios de inclusão consistiram em: estudos primários que incluíram na amostra pacientes com idade igual ou superior a 18 anos, submetidos a procedimentos cirúrgicos; publicados nos idiomas português, inglês ou espanhol. Os critérios de exclusão foram: artigos científicos que abordaram a temática da aceleração da recuperação pós-operatória e não citaram os cuidados de enfermagem prestados. Para localização dos trabalhos, dois revisores independentes, procederam a leitura dos títulos e resumos, concomitante a isso, na versão texto completo foi efetuada busca com as palavras: nurse e nursing, a fim de encontrar os relatórios de pesquisa que continham dados referentes à assistência de enfermagem. O período de busca correspondeu à data inicial de indexação das diferentes bases, até a data limite de 24 de outubro de 2015. Resultados: Foram localizadas 329 investigações, das quais 13 atenderam aos critérios de inclusão. Os cuidados de enfermagem que se destacaram foram: avaliação clínica ambulatorial por enfermeiro especialista e abreviação do período de jejum pré-operatório; administração de solução rica em carboidratos pela via oral, no pós-operatório imediato; e, estímulo a deambulação precoce e reestabelecimento da administração de dieta por via oral nas primeiras 24 horas, no pós-operatório mediato. Após a alta hospitalar, a adoção de um enfermeiro de referência; e, realização de acompanhamento telefônico para detecção de complicações, foram recomendados. Conclusão: Os cuidados de enfermagem estão relacionados ao período de prestação da assistência. A equipe de enfermagem desempenha papel preponderante para a implementação e adesão aos protocolos. Ademais, parece-nos uma área oportuna para o desenvolvimento de práticas avançadas de enfermagem. Implicações para a prática clínica: os protocolos de aceleração da recuperação pós-operatória, consistem em importantes ferramentas para padronização da assistência perioperatória, prevenção de complicações e contribuem fortemente com a descontinuidade do emprego de processos rotineiros de fraco embasamento científico, contribuindo para implementação de práticas baseadas em evidências.