33451

ADSORÇÃO FÍSICA DE LIPASE DE Burkholderia cepacia EM FIBRAS DE COCO DA PALMA OBTIDAS DE RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

A lipase de Burkholderia cepacia (BC) foi imobilizada na fibra do coco da palma obtido de resíduos agroindustriais pela técnica de adsorção física (ADS). O biocatalisador imobilizado (BI) foi utilizado na reação de hidrólise do óleo de azeite de oliva e foram determinados os parâmetros bioquímicos. O melhor carregamento da lipase foi 0,3 g enzima/g suporte, com aproximadamente 76 % de rendimento de imobilização e atividade de 820 U/g suporte. Nas propriedades bioquímicas dos BI observou-se o pH ótimo de 7,0 e a temperatura ótima foi 50 °C. Os parâmetros cinéticos foram analisados, o valor do Vmáx para a enzima livre foi de 3333 μmol/g.min, já para os BI por ADS foi de 1429 μmol/ g.min. O valor de Km para lipase livre foi 665 mM, para BI o valor de Km foi de 116 mM, sugerindo uma maior afinidade do BI com o substrato. No estudo da estabilidade térmica o BI se mostrou estável nas faixas mais altas de temperatura estudada (50 e 60 °C). Desta forma, a partir destes resultados verificou-se que o BI em fibra de coco da palma apresentou uma boa eficiência no rendimento de imobilização e portanto um bom potencial para aplicações industriais na modificação de óleos vegetais.