74018

O Portfólio como prática discursiva translíngue, transcultural e decolonial na sala de aula de Língua Portuguesa Adicional em contexto de fronteira

Favorite this paper

O presente trabalho objetiva refletir sobre como as práticas translíngues (CANAGARAJAH, 2013), as transculturalidades (DE SOUZA: 2017) e as decolonialidades (MIGNOLO, 2013) estão manifestadas no gênero discursivo Portfólio, utilizado como trabalho final no curso de Português Língua Adicional (PLA) da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), sediada na cidade de Foz do Iguaçu, Paraná, Brasil, na região da Tríplice Fronteira com a Argentina e o Paraguai. Pretende-se, por meio deste gênero discursivo portfólio verificar as manifestações translinguajeiras, transculturais e decoloniais em sala de aula de PLA em contexto de fronteira. Espera-se, assim, que as atividades aplicadas no contexto de sala de aula de PLA possam, por meio das práticas translinguajeiras das Línguas Portuguesa como língua adicional, recombinar, ressignificar e visibilizar as identidades performadas pelos sujeitos aprendizes e pelo professor, abrindo possibilidades para que eles possam transitar por uma multiplicidade de lugares e colaborar ativamente nas diversas redes configuradas pelos territórios transnacionais.
Palavras-chave: Gênero Ddscursivo portfólio; Prática translíngue; Transculturalidade; Estudos decoloniais; UNILA