APLICAÇÃO DE MODELOS PARA O PROBLEMA DE JOB-SHOP SCHEDULING EM UMA INDÚSTRIA DO SETOR MOVELEIRO

Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Detalhes
  • Tipo de apresentação: Trabalho completo (oral)
  • Eixo temático: 16. POI – PO na Indústria
  • Palavras chaves: Programação Linear inteira Mista; Job-Shop Scheduling; Indústria moveleira;
  • 1 Universidade Federal do Paraná – Campus Avançado de Jandaia do Sul
  • 2 Universidade Federal do Paraná

APLICAÇÃO DE MODELOS PARA O PROBLEMA DE JOB-SHOP SCHEDULING EM UMA INDÚSTRIA DO SETOR MOVELEIRO

Adrieli Pereira de Souza

Universidade Federal do Paraná – Campus Avançado de Jandaia do Sul

Resumo

Este artigo tem como objetivo definir a ordem em que as tarefas deverão iniciar e terminar dentro de uma linha de produção de uma empresa do setor moveleiro e consequentemente minimizar o makespan. Tais problemas são conhecidos na literatura como Job-Shop Scheduling. Dois modelos de programação matemática foram desenvolvidos e resolvidos pelo software comercial GAMS™, com o intuito de avaliar o desempenho quanto agilidade e capacidade de resolução dos mesmos, bem como apontar as oportunidades de solução para o problema em estudo. Com a aplicação dos dois modelos, foi obtido um makespan no valor de 52320 em unidades de tempo fictício. Entretanto, no segundo modelo houve uma redução na ordem de 43,8% e 52,4% no tempo de conclusão das tarefas para duas máquinas e uma redução no tempo de resolução do problema de 95%. Sendo assim, a aplicação em questão vem oferecer elementos que auxiliam na otimização do processo.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!