Equidade em Escalonamento de Médicos em Sala de Emergência usando Programação Matemática

Vol 2, 2019 - 107726
Trabalho completo (oral)
Favoritar este trabalho
Entre em contato com os autores
Como citar este trabalho?
Resumo

Neste trabalho é proposta uma reformulação de um modelo de Programação Inteira Mista (PIM) da literatura para lidar com o Problema de Escalonamento de Médicos em Salas de Emergência (PEM-SE) considerando equidade e uma variante da mesma reformulação. A reformulação consiste na alteração de restrições de horas e modelagem do desvio das mesmas usando Least Absolute Deviations (LAD) para estabelecimento de equidade. Uma variante considera uma função objetivo com custos lineares e a outra, custos quadráticos nos desvios das horas. Os experimentos conduzidos sobre instâncias de benchmark, revelam um ganho de 31% na resolução de instâncias considerando custos lineares em comparação com a formulação do literatura. Ademais, a satisfação de equidade é maior com a presente proposta, devido à dificuldade encontrada no modelo da literatura para definir os valores ideais de horas. Assim, a quantidade de restrições do problema não foi um limitante ao bom desempenho qualitativo da presente proposta.

Instituições
  • 1 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação / Universidade de São Paulo
  • 2 Management Science / Business School / University of Strathclyde
Eixo Temático
  • SA – PO na Área de Saúde
Palavras-chave
Escalonamento de Médicos em Salas de Emergência
Programação inteira mista
equidade