Violência de Estado contra jornalistas: impactos práticos e éticos das perseguições do governo Bolsonaro

Vol 19, 2021 - 141287
Sessão Coordenada
Favorite this paper
How to cite this paper?
Abstract

Os ataques contra jornalistas no governo de Jair Bolsonaro não são práticas episódicas. Relatórios de organizações que monitoram a violência demonstram o crescimento das agressões e o acirramento de um clima anti-imprensa, fatores que elevam o risco no exercício do jornalismo. Este artigo se concentra nos testemunhos de dez repórteres de sete veículos de referência que cobrem o entorno presidencial. Os dados permitem sistematiza as formas de agressão e vestígios de mudanças nas práticas cotidianas. Os resultados apontam para adaptações procedimentais, desamparo institucional, efeitos da intimidação, e reafirmação de um ethos marcado pelo rigor e responsabilidade.

Institutions
  • 1 Universidade Federal de Santa Catarina
Track
  • RENOI - XXVII Coordenada da RENOI: Liberdade de expressão, jornalismo e democracia
Keywords
violência contra jornalistas
Governo Bolsonaro
risco profissional
transformações no jornalismo
ética profissional