98829

PROJETO CUCA LEGAL: PRÁTICAS DE CUIDADO EM SAÚDE MENTAL PARA ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE EM CAMPOS DOS GOYTACAZES

Favoritar este trabalho

Período de Realização
Projeto piloto realizado na Universidade Federal Fluminense no período de 01/09/17 a 15/12/17


Objeto da Experiência
Ações preventivas em saúde mental para estudantes da UFF Campos e estudantes usuários do seu Serviço de Psicologia Aplicada.


Objetivos
• Desenvolver estratégia coletiva de prevenção em saúde mental de estudantes de graduação da UFF e estudantes usuários do SPA UFF;
• Prevenir riscos e a interferência do sofrimento emocional para o desempenho acadêmico e evasão escolar;
• Contribuir com a estratégia municipal de prevenção ao suicídio.



Metodologia
Para as atividades foram utilizadas palestras, vivências e exibição de vídeos, realizados pelo SPA e estudantes do curso de Psicologia. A divulgação foi feita por e-mail, redes sociais e cartazes. Os temas em 2017 foram: Adaptação a vida acadêmica e a saúde mental do estudante ingressante, Fatores de estresse que interferem nas relações sociais e no desenvolvimento acadêmico, Ansiedade e Depressão – Fatores de risco para saúde mental e Uso abusivo de medicamentos controlados e outras drogas.


Resultados
Projeto piloto que identifica a vinculação do sofrimento emocional associado ao perfil de vulnerabilidade social. Aponta que a democratização do ensino superior amplia a necessidade das ações de permanência dos alunos e de promoção a saúde. Ressalta a importância da reflexão sobre questões sobre suicídio, uso e abuso de drogas, temas de suma relevância para saúde pública. O Projeto se inseriu no Grupo Condutor de Prevenção ao Suicídio, da secretaria municipal de saúde.


Análise Crítica
O Projeto discute a saúde do estudante, e em especial a necessidade de desvelamento dos processos que produzem riscos e vulnerabilidades no campo da saúde mental aplicados à vida acadêmica. As parcerias com a rede local tornaram-se imprescindíveis, tanto pela temática em lide, quanto pela possibilidade da prática interdisciplinar, fortalecendo a proposta e ampliando as possibilidades de impacto social, buscando contribuir com o papel social da universidade junto à comunidade local.


Conclusões e/ou Recomendações
Fica evidenciada a necessidade de respostas as demandas em saúde mental nas universidades. É fundamental que os gestores proponham ações considerando a realidade socioeconômica e emocional dos estudantes. A rede de saúde mental do município de Campos dos Goytacazes precisa ser provocada para melhor organização de seu fluxo de atendimento, considerando que as condições sociais e econômicas impactam a saúde da população.