102294

MORTALIDADE POR CÂNCER DE MAMA E FATORES ASSOCIADOS NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL – UMA ANÁLISE ECOLÓGICA

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

Apresentação/Introdução
O câncer de mama é a 1ª. causa de morte por câncer em mulheres no Brasil, com 14.206 mortes e 57.120 novos casos/ano. Tem padrões de incidência e mortalidade multifacetados, sendo maior entre as populações mais ricas, brancas, escolarizadas e urbanas. Além dos mecanismos biológicos, a rede causal deste câncer pode variar com a região geográfica, interagindo com os fatores sociodemográficos.


Objetivos
Identificar os fatores associados à taxa de mortalidade por câncer de mama padronizada pela idade nos municípios do Estado de São Paulo (ESP), no período de 2006 a 2012.


Metodologia
Estudo ecológico da taxa de mortalidade por câncer de mama padronizada por idade, como variável dependente, tendo cada um dos 645 municípios no ESP como unidade geográfica de análise, com dados do DATASUS. Para a cálculo da taxa de mortalidade por câncer de mama, foram analisadas as mortes por este câncer no ESP, na população de mulheres residentes com 15 anos ou mais, em 2009 (meio termo), de acordo com o município e faixa etária, de 2006 a 2012. Foram calculadas as taxas de mortalidade para cada município pelo método de padronização direta, usando a estrutura etária da população do ESP em 2009 como padrão.


Resultados
No modelo de regressão linear final, a mortalidade por câncer de mama, no nível municipal, foi diretamente associada a taxas de mamografia (p

Conclusões/Considerações
Nesta pesquisa a mortalidade por câncer de mama foi associada, no nível agregado, ao uso do setor privado e à nuliparidade, e paradoxalmente, à maior cobertura de mamografia. Estudos adicionais devem ser feitos para explorar se existe causalidade nesta associação, e de que natureza. As políticas de saúde devem oferecer mais ações de prevenção primária, assim como o rastreamento individualizado, incluindo escolha informada antes do rastreamento.