99792

A EXPERIÊNCIA DO CURSO APERFEIÇOAMENTO EM APOIO MATRICIAL NA ATENÇÃO BÁSICA COM ENFASE NOS NASF - ENSP/FIOCRUZ

Favoritar este trabalho

Período de Realização
A Oficina de Avaliação da Segunda Oferta do Curso (maio de 2016 e janeiro de 2017) ocorreu em maio de 2017.


Objeto da Experiência
Relatar a experiência do Curso NASF, através da oficina de avaliação, enfatizando a metodologia e o material didático para a formação em serviço.


Objetivos
-Discutir a potencialidade da educação a distância associada a concepção pedagógica participativa para a prática em serviço;-Apresentar aspectos e percepções sobre o curso,visando debater possíveis desdobramentos para a articulação loco regional, a partir da experiência vivida no processo de formação


Metodologia
A Oficina de Avaliação do Curso ocorreu em dois dias inteiros com a participação de 51 pessoas envolvidas no curso (aluno, tutore, orientadore, coordenação, equipe de apoio). Foram utilizadas exposições dialogadas, trabalho em grupo e discussões em plenária. Para o trabalho em grupo foram elaboradas três questões, de forma a estimular a discussão: “O que já caminhou? O que ainda precisa caminhar? Quais caminhos seguir?”. A síntese destes trabalhos foi apresentada posteriormente em plenária.


Resultados
-A boa aprovação do curso foi o ponto mais relevante nas discussões. A metodologia e os conteúdos abordados promoveram ações no cotidiano de trabalho, contribuindo para reflexões sobre o processo de trabalho das equipes NASF e ESF. As micro intervenções proporcionaram vivencias de ordem pedagógica, política e social, potencializando o aprendizado e a troca de experiências. O curso possibilitou avanços em relação à compreensão do papel a ser desempenhado como profissional de saúde em trabalho multiprofissional.


Análise Crítica
As questões relativas a implantação da política dos NASF apontam para: a necessidade de superar o descompasso entre a gestão local e profissionais do NASF; uma atuação do Ministério da Saúde, que além da confecção dos cadernos e instrutivos, seja direcionada para a implantação da estratégia NASF; inclusão de conteúdos relacionados a estratégia de apoio matricial na formação profissional; construção de espaços para o debate sobre apoio matricial; avanço na definição de seu papel na atenção básica


Conclusões e/ou Recomendações
O curso foi um grande disparador de mudanças nas práticas loco regionais abrindo espaço para uma maior integração e troca entre os profissionais da ABS, ultrapassando as fronteiras municipais. Representou importante papel na sustentação das propostas da PNAB por possibilitar aos trabalhadores do SUS um espaço de diálogo, troca e acolhimento para as dificuldades enfrentadas ao longo do processo.