69533

Impacto econômico do uso do curativo gel de clorexidina no cateter venoso central em pacientes críticos

Favorite this paper

Introdução: A escolha do curativo ideal para o cateter venoso central pode resultar em gastos e custos elevados e influencia na qualidade do serviço. Sem analisar custos, Margatho (2016) concluiu que não houve diferenças significativas entre o curativo de gel de CHG e o curativo de com filme transparente de poliuretano (PU) na prevenção de infecção do CVC. Objetivo: Analisar os gastos com curativo de gel com gluconato de clorexidina em relação ao curativo com filme transparente de poliuretano na prevenção de infecções relacionadas ao cateter venoso central. Método: Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo e retrospectivo, realizado com 115 pacientes em um hospital de Ribeirão Preto, entre abril e dezembro de 2014. Os dados foram analisados no Microsoft Excel® 2010. Estudo secundário de dados obtidos em tese de doutorado de Margatho (2016), aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Resultados: A idade média foi semelhante nos dois grupos, com média geral de 57,85 anos e DP de 16,45. Em relação aos dados sobre óbitos, nota-se que um pouco mais da metade dos pacientes estudados foram a óbito (52,17%), sendo que no grupo com curativo de gel com CHG houve maior número de óbitos do que no grupo com curativo de filme transparente de PU, 61,82%. Os valores dos curativos, sendo 47,90 reais por curativo de gel com CHG e 1,85 reais por curativo de filme transparente de PU. Uma vez que foram utilizados 225 curativos com gel de CHG, o gasto total foi de 10.777,50 reais. Já o gasto total do curativo de filme transparente de PU foi de 490,25 reais, uma diferença expressiva de 10.287,25 reais. Conclusão: Observou-se com este estudo que o impacto econômico da escolha pelo curativo de gel com CHG é muito maior se comparado ao curativo de filme transparente de PU, para a realidade brasileira. Referências: MARGATHO, A.S. Ensaio Clínico Randomizado do uso do Curativo Gel de Clorexidina para a prevenção da colonização do cateter venoso central em pacientes adultos críticos. 2016.146f. Tese (Doutorado)- Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.