69645

Fatores determinantes do prognóstico funcional do paciente crítico sob intervenção fisioterapeutica

Favorite this paper

INTRODUÇÃO: A imobilização é uma causa de descondicionamento muscular periférico. Prever o progresso funcional de pacientes internados por meio de seu perfil clínico poderá fornecer expectativas realistas quanto aos resultados, além de contribuir para a reabilitação individualizada. Este estudo objetivou investigar os fatores associados ao progresso funcional de pacientes após internação em uma unidade de terapia intensiva (UTI). MÉTODOS: Estudo de coorte retrospectivo com dados de 208 pacientes hospitalizados sem ventilação mecânica. O modelo linear generalizado foi usado para identificar os principais efeitos das variáveis clínicas e demográficas sobre os resultados de funcionalidade (Índice de Independência nas Atividades de Vida Diária, KATZ) e força muscular (Escala Medical Research Council, MRC). As covariáveis identificadas como preditores independentes no modelo foram analisadas utilizando a curva Receiver Operating Characteristic (ROC). A análise diferenciou os períodos na UTI, na enfermaria (ENF) e no tempo total de internação (TOT). RESULTADOS: Considerando o desfecho funcional (?KATZ), as variáveis que contribuíram para o modelo (P