63312

ESTRATÉGIAS DE CONFORTO NAS INSTALAÇÕES DE BOVINOS LEITEIROS: CLIMATIZAÇÃO DA SALA DE PRÉ-ORDENHA

Favorite this paper

O bem-estar animal é um assunto que está em constante busca investigativa por pesquisadores, que visam melhorias na ambiência das instalações. A presente revisão de literatura tem por objetivo avaliar o efeito das estratégias de climatização e promoção do conforto térmico da sala de pré-ordenha sobre o conforto, bem-estar e produção de leite bovino. As condições climáticas nos trópicos, provocam desconforto térmico nos animais, além de alterações negativas na fisiologia, comportamento e desempenho. Durante o processo de ordenha, os animais, independentemente de sua capacidade genética e potencial produtivo, estão passíveis ao desconforto, tanto em decorrência de condições ambientais desfavoráveis quanto da manipulação humana indesejável e incorreta, que culmina na geração de calor e, portanto, estresse. Afetando significativamente na produção leiteira e acarretando prejuízos econômicos para o produtor. Deste modo, várias estratégias de climatização vem sendo desenvolvidas e pesquisadas para proporcionar conforto térmico aos bovinos leiteiros na sala de pré-ordenha e ordenha, afim reduzir a ação dos agentes estressores sobre os animais, vários estudos comprovam os efeitos positivos da climatização nesses ambientes. É necessário ambiente com temperaturas ideais para que os animais alcance a sua zona de termoneutralidade e desempenhar todo seu potencial produtivo. Dessa forma, faz-se necessário investimento financeiro para a adequação das instalações e sugere-se que sejam desenvolvidas pesquisas voltadas à aclimatização das instalações, sobretudo, para a sala de espera (pré-ordenha).