82671

DESENVOLVIMENTO DE NANOCOSMÉTICO: ÁGUA MICELAR CONTENDO EXTRATO PADRONIZADO DO COCO (Cocos nucifera L.)

Favorite this paper

Introdução: Água micelar é um produto cosmético destinado à limpeza e cuidado facial, com uso bastante difundido nos últimos anos. Por se tratar de um produto de limpeza seca, ou seja, que não necessita de enxague após o uso, a formulação de água micelar pode ser enriquecida com substâncias ativas funcionais como antioxidantes. Estudos preliminares realizados pelo nosso laboratório determinaram o efeito antioxidante do extrato de Cocos nucifera L. (Arecaceae), produzido a partir de produto residual da agroindústria – fibra do coco (epicarpo e mesocarpo). Objetivos: Padronizar o extrato de C. nucifera L. com base no teor de fenóis totais (FT) e desenvolver e caracterizar formulação de água micelar a partir do extrato da planta, incluindo avaliação do potencial antioxidante. Métodos: O extrato do coco (epicarpo e mesocarpo) foi produzido por maceração (24 h) seguido de turbólise, com emprego de EtOH:água como solvente extrator. A análise de fenóis deu-se através do método de Folin-Ciocalteu validado (785nm), com emprego do ácido gálico (1-6 µg/mL) como padrão. Duas formulações de água micelar foram produzidas pela dispersão a frio dos componentes (polisorbato 80, pluronic 127, lanolina etoxilada, propilenoglicol, glicerina, poliquaternio 7, extrato de C. nucifera), utilizando água ultrapura. As formulações foram avaliadas quanto ao tamanho de partícula, índice de polidispersão (Pd), potencial zeta (ζ) (equipamento Zeta Sizer ZS90) e potencial antioxidante – teste DPPH (520nm). Resultados: O extrato (resíduo sólido: 21,35 ± 0,09 mg/mL) apresentou 5,21 ± 0,11 mg EAG/mL de FT. As duas formulações de água micelar a base do coco, apresentaram partículas em tamanho nanométrico, com diâmetros médios de 340 e 462 nm, Pd 0,3 e 0,3 e ζ de -17 e -31 mV, respectivamente para F1 e F2. A avaliação realizada após 30 dias do preparo (armazenamento a 25ºC) demonstrou maior estabilidade para F2 (composição: pluronic 127, propilenoglicol, glicerina, poliquaternio 7, extrato de C. nucifera). O extrato (10 a 100 μg/mL) mostrou ação antioxidante a partir da concentração de 25 μg/mL, com redução do radical DPPH de até 89%, comparável aos padrões (catequina e vitamina C). Conclusão: A água micelar (F2) desenvolvida a base do extrato padronizado de C. nucifera mostrou-se um nanofitocosmético com características tecnológicas promissoras, além de efeito antioxidante. Apoio: FUNCAP e CAPES