GÊNEROS, TEXTOS E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA

Vol1, 2019 - 108721
Sessão Coordenada
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

Eixo temático: b) estudos de linguagem: instrumentos de análise e estudo de gêneros, textos, discursos, na perspectiva do ISD GÊNEROS, TEXTOS E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA Profª Drª Maria Eduarda Giering (UNISINOS) eduardag@unisinos.br Profª Drª Matilde Gonçalves (NOVA FCSH|CLUNL) matilde.goncalves@fcsh.unl.pt Resumo - Sessão Coordenada: Os trabalhos que compõem este Simpósio, intitulado Gêneros, Textos e Popularização da Ciência, visam apresentar pesquisas que estudam características linguístico-discursivas de textos que têm por finalidade a popularização/divulgação da ciência em diferentes contextos de interação. Serão assim apresentados 4 comunicações que têm por base teórica e metodológica o Interacionismo Sociodiscursivo, a Semiolinguística, a Análise Textual dos Discursos e a Análise do Discurso Digital, numa lógica de cruzamento e enriquecimento entre áreas cujo trabalho incide sobre textos e discursos. Assim, o objetivo do presente trabalho é triplo: 1) expor alguns dos resultados das investigações relativas à popularização da ciência em dois contextos acadêmicos distintos; 2) elencar traços linguísticos, textuais e genológicos que caracterizam os textos com um propósito comunicativo especifico ligado à popularização da ciência, 3) equacionar o papel dos suportes de circulação dos textos (impresso e digital). Para tal, as análises incidirão sobre características linguístico-discursivas de textos de diversos gêneros da divulgação científica midiática digital, o contexto de produção (produtor textual e seu papel social, intenção comunicativa e suporte), conteúdo temático, configuração textual e mecanismos linguísticos, através da observação das semelhanças e diferenças nos textos em função do suporte. Através da observação das semelhanças e diferenças nos textos em função do suporte (impresso e digital) serão evidenciadas as implicações que estas têm quer na organização textual, quer na leitura/compreensão, bem como sua repercussão na construção de uma cultura científica. Palavras-chave: popularização de ciência; texto; gêneros; contexto brasileiro, contexto português GENRE, TEXTS AND SCIENCE POPULARIZATION Abstract: The communications that compose this symposium - named Genre, texts and science popularization -, aim to present researches that study linguistic-discursive characteristics of texts whose purpose is to popularize science in different contexts of interaction. Then, 4 communications are going to be presented, having as theoretical basis the Sociodiscursive Interactionism, the Semiolinguistics, the Textual Analysis of Discourse and the Analysis of Digital Discourse, within a logic of crossing and enrichment among fields whose work concerns texts and discourses. Thus, the present symposium has a triple purpose: 1) to expose some results of the researches related to science popularization in two different academic contexts; 2) to point out linguistic, textual and genre marks that characterize the texts with a specific communicative intention linked to science popularization; 3) to address the role of the circulation support of the texts (printed and digital). Towards that, the analyses are going to focus on linguistic-discursive characteristics of texts from different genres of scientific popularization in digital media, the production context (textual producers and their social roles, communicative intention and support), thematic content, textual configuration and linguistic mechanisms, by means of the observation of similarities and differences in the texts due to their support. The implications of the similarities and the differences in the texts due to the support (printed or digital) are going to be evidenced, considering both the textual organization and the reading/comprehension, as well as their repercussion on the construction of a scientific culture. Keywords: science popularization; text; genres; Brazilian context; Portuguese context. TEXTUALIZAR A CIÊNCIA NO CONTEXTO PORTUGUÊS: PROCESSOS TEXTUAIS E GENOLÓGICOS Profª Drª Matilde Gonçalves (NOVA FCSH|CLUNL) matilde.goncalves@fcsh.unl.pt Profª Drª Noémia Jorge (IPL | CLUNL) n.o.jorge@gmail.com Resumo - Comunicação 1: Esta comunicação, integrada no simpósio Gêneros, Textos e Popularização da Ciência, insere-se na continuidade de um projeto de investigação intitulado “Promoção da Literacia Científica” (PLC), financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian (Portugal) e desenvolvido no CLUNL, em 2016|2017, que visou a determinação das características de textos da esfera mediática que divulgassem ciência, bem como a criação de estratégias de intervenção didática para promover a literacia científica de alunos de diferentes ciclos de escolaridade, em Portugal. O trabalho que aqui se apresenta tem em vista a exposição e discussão de alguns dos resultados da investigação realizada no âmbito do projeto, em particular a caracterização de textos de divulgação científica, tendo em conta suas peculiaridades contextuais, linguísticas e genológicas. O primeiro momento da exposição consiste numa breve reflexão sobre os géneros de divulgação científica. Seguidamente, optando por uma via de abordagem predominantemente qualitativa e interpretativa, a reflexão assentará em particular nos trabalhos desenvolvidos no âmbito do interacionismo sociodiscursivo (Bronckart, 1997, Coutinho e Miranda, 2009, Gonçalves et alii. 2018, Gonçalves & Jorge, no prelo) analisar-se-ão textos que circulam na imprensa atual portuguesa (Público, Jornal de Notícias, National Geographic, Super Interessante, Quero Saber), tendo em particular atenção o contexto de produção (produtor textual e seu papel social, intenção comunicativa e suporte) e o nível linguístico (conteúdo temático, plano de texto, mecanismos de textualização e dos mecanismos de responsabilidade enunciativa). Visa-se, com esta comunicação, não apenas contribuir para a identificação, descrição dos textos e dos géneros textuais atualmente utilizados para divulgar ciência em Portugal, como também criar pontes com outros investigadores que trabalhem sobre popularização/divulgação de ciência, com trabalhos desenvolvidos noutros contextos, por forma a partilhar dados, métodos e fundamentalmente alimentar a discussão científica. Palavras-chaves: divulgação de ciência; textos; géneros; construção do conhecimento científico TEXTUALIZING SCIENCE IN THE PORTUGUESE CONTEXT: TEXTUAL AND GENRE PROCESSES Abstract: This communication, part of the symposium Genre, Texts and Science Popularization, is inserted in the continuity of an investigation project named « Promotion of Scientifc Literacy » (PCL), funded by Fundação Calouste Gulbenkian (Portugal) and developed at CLUNL, in 2016/2017, which aimed at the determination of characteristics of texts from media scope that popularize science, as well as at the creation of strategies for didactic intervention in order to promote scientific literacy among students from different schooling cycles in Portugal. The paper presented here focus on the exposition and discussion of some results from the investigation carried out in the project context, specially the characterization of scientific popularization texts, considering their contextual, linguistic and genre peculiarities. The first moment of the exposition consists of a brief reflection on scientific popularization genres. Afterward, adopting an approach mainly qualitative and interpretative, the reflection is going to focus on studies developed in the context of the Sociodiscursive Interactionism (Bronckart, 1997, Coutinho & Miranda, 2009, Gonçalves et alii. 2018, Gonçalves & Jorge, to be published). Texts that circulate in the current Portuguese press (Público, Jornal de Notícias, National Geographic, Super Interessante, Quero Saber) are going to be analyzed, especially considering the production context (textual producers and their social roles, communicative intention and support) and the linguistic stratum (thematic content, text plan, mechanisms of textualization and of enunciative responsibility). This communication intends not only to contribute with the identification, description of texts and textual genres used for popularizing science in Portugal, but also to create links to other investigators who work with science popularization, with projects developed in other contexts, in order to share data, methods and, mainly, to improve scientific discussion. Keywords: science popularization; texts; genres; construction of scientific knowledge. DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO FACEBOOK E ESTRATÉGIAS DE CAPTAÇÃO: O QUE DIZEM OS COMENTÁRIOS DOS LEITORES? Profª Drª Dra. Maria Eduarda Giering (UNISINOS) eduardajg@gmail.com Resumo - Comunicação 2: É cada vez mais comum revistas de divulgação/popularização da ciência utilizarem não só websites, mas também as redes sociais para divulgar suas notícias e, assim, alcançar maior visibilidade junto a um público amplo. Essa realidade coloca para o analista questões que implicam características peculiares do discurso digital. No caso desta comunicação, apresentam-se resultados de estudo cujo objetivo é identificar estratégias discursivas empregadas em postagens no Facebook, pela revista Galileu, de notícias de popularização da ciência e a reação dos usuários da rede, por meio de seus comentários, a essas postagens. Adotam-se postulados da Teoria do Discurso Digital, postulada por Paveau (2013), considerando as características tecnodiscursivas da rede Facebook e do gênero comentário on-line. Assumem-se igualmente noções da Teoria Semiolinguística de Discurso (CHARAUDEAU, 2010; 2012; 2016), especialmente a de discurso de midiatização da ciência. Nessa última perspectiva, estabelecem-se relações entre os fins discursivos e as marcas do discurso da ciência presentes nas notícias e as estratégias discursivas adotadas nas postagens, às quais se confrontam os comentários dos usuários do Facebook. O objetivo último da pesquisa é refletir sobre a repercussão das notícias de divulgação da ciência junto ao público leitor do Facebook e sobre seu papel na construção de uma cultura científica. Resultados preliminares mostram que as postagens que remetem às notícias valem-se fortemente de estratégias de captação em detrimento das informações científicas veiculadas pelas notícias. Palavras-chaves: comentários online; facebook; estratégias discursivas; tecnodiscurso; divulgação científica SCIENCE POPULARIZATION ON FACEBOOK AND CAPTIVATION STRATEGIES: WHAT DO READERS’ COMMENTS SAY? Abstract: It is increasingly common that science popularization magazines use not only websites, but also social networks in order to publish their news and, then, to achieve a larger visibility among a broad audience. This reality poses questions to the analyst that imply peculiar characteristics from digital discourse. In this communication, we are going to present results from a study whose purpose is to identify discursive strategies used on Facebook posts, by the magazine Galileu, of science popularization news, as well as the network users reactions, expressed in their comments to that posts. We adopt principles from the Theory of Digital Discourse, postulated by Paveau (2013), considering the technodiscursive characteristics of the network Facebook and of the genre « on-line comment ». We also assume notions from the Semiolinguistic Theory of Discourse (CHARAUDEAU, 2010; 2012; 2016), especially the one of science mediatization discourse. In this last perspective, we set relations between the discursive aims and the science discourse marks present in the texts and the discursive strategies adopted in the posts, which the users’ comments are faced to. The further purpose of the research is to reflect about the repercussion of science popularization news alongside with the Facebook audience and about their role in the construction of a scientific culture. Preliminary results evidence that the posts that lead to the news strongly use captivation strategies to the detriment of the scientific information disseminated by the texts. Keywords: on-line comments; Facebook; discursive strategies; technodiscourse; scientific popularization. A RESPONSABILIDADE ENUNCIATIVA EM REPORTAGENS DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA Profª Drª Maria Helena Albé (UNISINOS) mariahelena.albe@gmail.com Resumo - Comunicação 3: Nesta comunicação, expomos resultados do trabalho de doutoramento, que objetivou identificar estratégias de materialização de responsabilidade enunciativa (RE) mobilizadas nas categorias (i) os diferentes tipos de representação da fala e (ii) as indicações de quadros mediadores, dentre as oito propostas por Adam (2011) para análise do textos de divulgação da ciência. Essas categorias foram desdobradas nas subcategorias (a) tipo de voz convocada e designação, (b) tipo de discurso relatado, (c) tipo de verbo introdutor de discurso relatado, e (d) tipo de postura e apagamento enunciativo no quadro preparatório de citação. Para tanto, ancoramo-nos nos estudos da Análise Textual dos Discursos (ATD), elaborada por Adam (2011), bem como em Guentchéva (1994, 1996), com o conceito de mediativo (MED), e Rabatel (2009, 2013, 2016), que avança nas discussões da RE em reflexões sobre noções como sincretismo locutor/enunciador, ponto de vista (PDV), prise en charge énonciative, imputação, postura e apagamento enunciativo. Para a abordagem do gênero, encontramos em Charaudeau (2006, 2008, 2016) subsídios sobre o discurso de midiatização da ciência, como o de contrato de comunicação. O corpus de análise constituiu-se de três reportagens que foram matéria de capa da revista Superinteressante em 2014, versão impressa. Como resultados, constatamos a importância dessas escolhas estratégicas marcadas no quadro pré-citação como ferramentas produtivas para o estudo do gênero. Por fim, concluímos que o produtor do texto exerce sua influência como sobre-enunciador e estabelece a orientação argumentativa, considerando seu propósito comunicativo. Destacamos também que a combinação teórica realizada pode oferecer uma visão mais abrangente do fenômeno da RE neste gênero e uma instrumentalização aos produtores de discurso de midiatização da ciência. Palavras-chaves: Responsabilidade enunciativa. Reportagem de divulgação científica. Análise textual dos discursos. Contrato de comunicação. Postura enunciativa. ENUNCIATIVE RESPONSIBILITY IN SCIENTIFIC POPULARIZATION NEWS ARTICLES Abstract: In this communication, we expose results from a doctoral research, which aimed to identify strategies of enunciative responsibility (ER) materialization mobilized within the categories (i) different types of speech representation and (ii) indication of mediating instances, among the eight proposals by Adam (2011) for analyzing scientific popularization texts. These categories were split into the subcategories (a) type of convoked voice and designation, (b) type of reported speech, (c) type of introductory verb of reported speech, and (d) type of posture and enunciative effacement within the quotation preparatory framework. Towards that, our theoretical basis is composed of studies from Textual Analysis of Discourse, proposed by Adam (2011), as well as of the mediation category (MGC) postulated by Guentchéva (1994, 1996) and of the discussions developed by Rabatel (2009, 2013, 2016) about ER, concerning the notions of syncretism speaker/enunciator, Point of View (POV), prise en charge énonciative, imputation, posture and enunciative effacement. Approaching the genre, we take from Charaudeau (2006, 2008, 2016) principles about science medatization discourse, such as the communication contract. The research corpus consists of three news articles that were published on the cover of the magazine Superinteressante in 2014 (printed version). As results, we evidence the importance of those strategic choices marked in the pre-quotation framework, considering them as productive tools for the study of the genre. At last, we conclude that the textual producers exert their influence as super-enunciators and establish the respective argumentative orientation, in view of their discursive purposes. We also highlight that the theoretical combination chosen in this research is able to offer a more comprehensive vision concerning the ER phenomenon in this genre and an instrument of analysis to scientific mediatization discourse producers. Keywords: Enunciative responsibility; Scientific popularization news articles; Textual analysis of discourse; Communication contract; Enunciative posture. NARRATIVA E NARRATIVIDADE EM NOTÍCIAS DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA Profª Mª Êrica Ehlers Iracet ericairacet@gmail.com Resumo - Comunicação 4: Esta comunicação vincula-se a uma pesquisa que tem por objeto de análise o gênero notícia de divulgação científica (DC), abordando, especificamente, a presença e o papel da narrativa em textos publicados nas revistas de DC brasileiras Ciência Hoje, Scientific American Brasil e Galileu. A partir de um diálogo teórico-metodológico entre a Semiótica Greimasiana, a Teoria Semiolinguística de Discurso de P. Charaudeau e a Análise Textual dos Discusos de J-M. Adam, propõem-se dois níveis de análise da narrativa nesses textos: (i) um nível profundo e imanente, em que a narrativa opera uma transformação de estados (narratividade); e (ii) um nível aparente, o da manifestação textual, em que a narrativa profunda converte-se em discurso a partir de escolhas realizadas pela instância de enunciação em relação a pessoas, tempo, espaço, figuras e temas, podendo assumir diferentes estruturas em sua textualização (como a de período narrativo ou a de sequência narrativa). Assim, defende-se que a narratividade constitui a essência de um processo de busca pela transformação do saber do leitor, característico da DC, o qual parte do conhecimento de senso comum ou da falta de conhecimento em direção ao conhecimento científico. Argumenta-se, ainda, que as narrativas manifestadas nas notícias revelam escolhas, estratégias, macroações discursivas do produtor para realizar a transformação de saberes, ou seja, a narrativa imanente. Por fim, pontua-se que a narrativa imanente de transformação de saberes vai ao encontro da finalidade do contrato de comunicação no qual se insere o discurso midiático de DC e, portanto, o gênero notícia de DC: informar (fazer-saber) o leitor sobre ciência. Palavras-chaves: Divulgação científica midiática; Notícia de divulgação científica; Narrativa; Narratividade. NARRATIVE AND NARRATIVITY IN SCIENTIFIC POPULARIZATION NEWS Abstract: This communication is associated to a research whose object of analysis is the genre scientific popularization (SP) news, approaching, specifically, the presence and the role of narrative in texts published in the Brazilian magazines Ciência Hoje, Scientific American Brasil and Galileu. In the scope of a theoretical and methodological dialogue between the Semiotics by A. J. Greimas, the Semiolinguistic Theory of Discourse by P. Charaudeau and the Textual Analysis of Discourse by J-M. Adam, we propose two different analytic levels in order to study the narrative in those texts : (i) a deep and immanent level, in which the narrative operates a transformation of states (narrativity) ; and (ii) an apparent level, the one of textual manifestation, in which the deep narrative is converted into discourse by means of choices realized by the enunciative instance in relation to characters, time, space, figures and themes, being able to assume different structures in the textualization (such as a narrative period or a narrative sequence). Thus, we argue that narrativity constitutes the essence of a process of search for a transformation in the reader’s knowledge, which characterizes SP discourse and starts with common sense or lack of knowledge and ends with the acquisition of scientific knowledge. We also sustain that the narrative(s) that are manifested in the texts reveal(s) discursive strategies of the textual producer in order to conduct the knowledge transformation, which means the immanent narrative. At last, we point out that the immanent narrative of knowledge transformation respond to the main purpose of the communication contract in which media discourse of SP and, therefore, SP news genre are inserted: to inform (making-know) the reader about science. Keywords: Scientific popularization in media; Scientific popularization news; Narrative; Narrativity.

Instituições
  • 1 Universidade do Vale do Rio dos Sinos
  • 2 Universidade Nova de Lisboa
Eixo Temático
  • Estudos de linguagem: instrumentos de análise e estudo de gêneros, textos, discursos, na perspectiva do ISD
Palavras-chave
popularização de ciência
TEXTO
gêneros
contexto brasileiro
contexto português