75290

A INICIATIVA HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA NA AMAMENTAÇÃO EXCLUSIVA DE NASCIDOS COM BAIXO PESO

Favoritar este trabalho

Objetivo: Avaliar a influência da Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) na amamentação exclusiva de crianças brasileiras menores de seis meses com peso ao nascer inferior a 2000 gramas (g). Métodos: Estudo transversal realizado com base na Pesquisa de Prevalência de Aleitamento Materno em Municípios Brasileiros (PPAM2008), realizada durante a campanha de multivacinação de 2008, a qual avaliou a amamentação em 64 municípios do país, incluindo as 27 capitais e o Distrito Federal. A influência de nascer em Hospital Amigo da Criança no desfecho aleitamento materno exclusivo (AME) foi analisada por Regressão de Poisson com variância robusta para amostras complexas. As variáveis sexo e idade das crianças, escolaridade, idade e trabalho maternos e tipo de parto foram incluídas como ajuste. Resultados: Foram incluídas no estudo as 600 crianças menores de seis meses com peso inferior a 2000g. Destas, 46% nasceram em IHAC, sendo 53% do sexo feminino. Entre as mães, 75% tinham escolaridade ≥8 anos, 80% idade ≥20 anos e 65% fizeram cesárea. Crianças nascidas em IHAC foram 52% mais propensas a receber AME do que crianças que não nasceram em IHAC (RP=1,52;IC95%=1,07-2,16;p=0,019). Conclusão: A IHAC tem impacto positivo na amamentação exclusiva de crianças que nascem com peso inferior a 2000g, evidenciando a importância e o potencial desta estratégia a fim de se priorizar ações de promoção, proteção e apoio ao AME e também o planejamento de intervenções direcionadas à redução da morbimortalidade de crianças com baixo peso ao nascer.