80037

EFEITOS DO MÉTODO PILATES NO EQUILÍBRIO, NA FORÇA MUSCULAR E FLEXIBILIDADE EM MULHERES IDOSAS

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

O presente estudo teve como objetivo analisar os efeitos do Método Pilates no equilíbrio, na força muscular e flexibilidade em mulheres idosas. Foram selecionadas aleatoriamente 20 mulheres saudáveis com idade variando entre 60-75 anos do município de Maringá ? PR e da comunidade em geral, triadas na clínica escola de Fisioterapia da UNICESUMAR. Foram excluídas do estudo, mulheres com deficiência física, debilidade cognitiva e que apresentaram diabetes e ou hipertensão arterial descompensada. Na sequência, as idosas foram avaliadas em relação ao equilíbrio, flexibilidade e força muscular. Para avaliação do equilíbrio utilizou a escala de Berg, realizou provas de função muscular para abdominais e através do dinamômetro para os músculos extensores do tronco. Ao término da avaliação, iniciaram os atendimentos fisioterapêuticos que constaram de 10 sessões, realizadas em grupo, com duração de 60 minutos, utilizando o Método Pilates na solo. Foi realizado exercícios de aquecimento, alongamento e fortalecimento nas posições: deitado em decúbito dorsal e decúbito ventral e, por último, exercícios de relaxamento. Posteriormente, as pacientes foram reavaliadas utilizando os mesmos instrumentos para verificação dos resultados alcançados. Obteve melhora de todas as variáveis, sendo: 10,71% para a flexibilidade, 25,47% para o equilíbrio, 46,05% para a força dos músculos dos abdominais e 65,44% para os músculos extensores de tronco. A análise estatística foi realizada pelo teste Kolmogorov-Smirnov, seguida do teste t/Wilcoxon, e do teste t/Mann ? Whitney, adotando 5% como índice de significância. Concluiu-se que o método Pilates no Solo mostrou-se eficaz na melhora de todas as variáveis estudadas de mulheres idosas.