79337

CRENÇAS LINGUÍSTICAS DE ALUNOS SOBRE A LÍNGUA PORTUGUESA NO ÂMBITO DA EAD

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

No âmbito de alguns cursos de ensino superior que possuem a Língua Portuguesa em suas matrizes curriculares em EAD, há uma expectativa de se aprender a norma-padrão. Diante dessa problemática, neste trabalho, procuramos responder a esta indagação: como possibilitar que o nosso aluno de língua portuguesa desenvolva competências linguísticas, para que ele tenha acesso aos saberes linguísticos necessários para o exercício da sua profissão e da sua cidadania?Para dar conta de responder a essa indagação, acreditamos que um estudo sobre as crenças linguísticas poderiam se configurar como um caminho profícuo para isso. Assim, o objetivo deste trabalho assenta-se na tentativa de desconstruir o conceito de língua unívoca, a fim de evidenciar se a Sociolinguística Educacional pode funcionar, ou não, como uma ferramenta favorável à desconstrução da concepção de uma variedade tida como padrão sobre os estudos da língua aos alunos e aos professores de Letras e áreas afins no âmbito da EAD. Para tanto, este trabalho tem como aporte teórico a Sociolinguística Educacional. Com base nos resultados desta pesquisa, esperamos contribuir para estudos que evidenciem a necessidade de se trabalhar com uma pedagogia da variação linguística (Faraco 2008).