79796

ANÁLISE QUÍMICA DE AGROQUÍMICOS (PESTICIDAS) EM AMOSTRAS DE ÁGUA E SEDIMENTO POR CROMATOGRAFIA GASOSA ACOPLADA A ESPECTROMETRIA DE MASSAS COLETADAS DA BACIA DO RIO PIRAPÓ

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

A utilização de pesticidas com a finalidade de melhorar a produtividade agrícola, durante o último século, teve papel fundamental na contaminação ambiental, sobretudo em alimentos, águas superficiais e sedimento, os quais provocam efeitos nefastos na saúde humana. A boa qualidade da água, a não contaminação do solo, e, consequentemente dos alimentos só pode ser assegurada através de programas de monitoramento ambiental, definindo limites máximos de resíduos (LMRs), os quais podem minimizar os riscos de poluição e efeitos adversos à saúde dos consumidores. Assim, o presente trabalho tem como objetivo identificar, determinar e quantificar a presença de pesticidas na Bacia do Rio Pirapó na região de Maringá por análise de mutirressíduos de pesticidas utilizando cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC/MS). Para tanto foram realizadas coletas água e sedimento em pontos diferentes do rio Pirapó, principalmente nas proximidades do ponto de captação de água da empresa de tratamento em Maringá, cujo foram realizados em períodos anteriores e posteriores à aplicação. Espera-se obter conhecimento dos produtos agroquímicos utilizados na região de Maringá, com os ingredientes ativos encontrados nas análises de águas e sedimentos, a fim de diminuir os impactos gerados nos ambientes em que são inseridos, impactos dos quais alguns ainda não são totalmente conhecidos. Em vista aos problemas mencionados se faz necessário o monitoramento de pesticidas no meio ambiente por ser uma ferramenta de suma importância para a caracterização e o gerenciamento dos riscos ambientais decorrentes do uso indiscriminado desses produtos na agricultura.