79681

A associação da técnica de indução de colágeno (TIC) com o peeling químico no tratamento do melasma facial

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

O objetivo do estudo é verificar em mulheres com melasma facial os efeitos do peeling químico associado à técnica de indução de colágeno (TIC). O estudo está sendo realizado no Centro Universitário (UNICESUMAR), com uma amostra de dez pacientes do sexo feminino com idade entre 35 e 55 anos, apresentando melasma facial. As mulheres foram avaliadas através do registro fotográfico, padronizado com relação à distância e luminosidade e escala de satisfação pessoal. Foram realizadas duas sessões. Nas sessões as pacientes utilizaram anestésico, em seguida foi feita a assepsia da pele com clorexidine a 2%, tratadas com um cilindro, equipado com 560 agulhas sendo 1,5 mm de comprimento e 0,25 mm de diâmetro com oito fileiras de agulhas. Ocorreu um leve sangramento, e foi removido com solução salina estéril. Após o término da técnica e limpeza da pele, foi aplicado o gel peeling (Tulípia), composto por ácido mandélico, ácido kógico, ácido cítrico e alpha-arbutin. A segunda sessão ocorreu quatro semanas após a primeira. A última avaliação está sendo conduzida quatro semanas após o segundo tratamento, utilizando os mesmos instrumentos da avaliação inicial. As fotos serão submetidas à análise cega, por três fisioterapeutas, independente da sua especialidade, onde será utilizada a Escala de Melhora Estética Global. Após a avaliação das imagens, os dados coletados serão tabulados e analisados estatisticamente. Os resultados serão expressos em forma de gráficos e tabelas. Espera-se que ao término do tratamento realizado com a técnica de indução de colágeno (TIC) associado ao peeling químico obtenha-se a exclusão ou redução do melasma facial em mulheres.