Fronteiras do jornalismo: a emergência dos interpioneiros a partir da consultoria Hearken

Vol 19, 2021 - 140141
Comunicações Livres
Favorite this paper
How to cite this paper?
Abstract

Este artigo analisa o trabalho de uma empresa que atua nas fronteiras jornalísticas. Em uma perspectiva de jornalismo em fluxo e mutante (DEUZE e WITSCHGE, 2020), com novas funções e prioridades, considera-se que a definição de jornalismo não é homogênea (FIDALGO, 2019). Optou-se por estudar a Hearken, consultoria que promove um modelo de “jornalismo guiado pelo público”. Por meio de uma observação na empresa e entrevis-tas com a equipe, se identificou que a Hearken possui características de jornalismo pioneiro e interloper, necessitando uma nova nomenclatura: interpioneiro. Este estudo contribui para ajudar a encontrar novas acepções do trabalho jornalístico.

Institutions
  • 1 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Track
  • 3. Jornalismo e tecnologias
Keywords
Jornalismo
fronteiras
jornalismo digital
Engajamento
Hearken