Reflexões acerca da atenção aos usuários de álcool e outras drogas na pandemia por Covid-19 em serviços do Norte Fluminense do Estado do RJ.

Vol 3, 2022 - 149115
Iniciação Científica-Oral
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

O presente trabalho pretende trazer algumas reflexões acerca da política de saúde mental, álcool e outras drogas na pandemia por covid-19 trazendo como recorte espacial o Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro, uma pesquisa iniciada em setembro de 2021 e que ainda está andamento. O trabalho propõe pensar como os serviços substituíveis em saúde mental garantiram o cuidado aos usuários de álcool e drogas no período pandêmico. Para tanto, o objetivo da pesquisa é compreender a atenção psicossocial aos usuários de álcool e outras drogas no contexto da pandemia por Covid- 19 na rede de atenção psicossocial (RAPS) do Norte Fluminense do Estado do Rio de Janeiro no período de março/2020 até setembro/2021. A metodologia adotada se deu por meio de pesquisa qualitativa através de levantamento bibliográfico nos principais indexadores de literatura e saúde pública, política de saúde mental, álcool e outras drogas e análise de políticas públicas; levantamento documental acerca do objeto de pesquisa; entrevistas semi estruturada com os gestores de saúde mental e questionário eletrônico destinado aos profissionais de saúde mental de nível superior. Destaca-se ainda que a pesquisa conta com três serviços de saúde mental para coleta de dados: Unidade de Atendimento Infanto Juvenil – UAI (01) e Centro de Atenção Psicossocial- Álcool e outras Drogas (Caps Ad – Campos dos Goytacazes e Macaé- 02). Neste sentido, a pesquisa vem apresentando como resultados parciais que a atuação profissional dos trabalhadores de saúde mental durante a pandemia por Covid-19 foi imprescindível para continuidade do cuidado dos usuários de drogas no período de isolamento e distanciamento social. Tais ações se qualificaram no campo da busca ativa no território, atendimento/acolhida mediado por tecnologias; apresentação de informações adequadas sobre a covid-19; orientação dos usuários com práticas norteadas pela estratégia de redução de danos e o incentivo do cuidado em rede. Pode-se dizer até esse momento da pesquisa que foram diversos os desafios para manter o atendimento e cuidado dos usuários de drogas no contexto da pandêmica, mas que a compressão sobre a atenção em rede de saúde e o manejo através da redução de danos nortearam o fazer profissional dos envolvidos na pesquisa. Ainda cabe pontuar que também é notório sobre os desafios enfrentados pelos trabalhadores nesse período pandêmico tendo em vista novas as estratégias e práticas para o exercício profissional em saúde mental para enfrentar o agravamento das expressões da questão social fomentadas pelo vírus e para manter o trabalho no território junto aos usuários desses serviços nesse período atípico.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Universidade Federal Fluminense
Eixo Temático
  • 3.6 UFF - Ciências Sociais Aplicadas
Palavras-chave
Política Pública
Drogas
Pandemia