FISIOLOGIA QUANTITATIVA DE BACTÉRIAS ÁCIDO LÁTICAS EM DIFERENTES FONTES DE CARBONO, NO CONTEXTO DA PRODUÇÃO DE ETANOL COMBUSTÍVEL

2021 - 143435
Trabalho
Favoritar este trabalho
Como citar esse trabalho?
Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar a cinética de crescimento e alguns parâmetros fisiológicos quantitativos de bactérias ácido láticas (LAB), com metabolismo homo- e heterofermentativo, isoladas de usinas de cana-de-açúcar, na presença de diferentes açúcares relevantes a esse contexto. Para tanto, cultivos em diferentes meios foram realizados em frascos estáticos, tanto em culturas puras como em co-cultivos. A partir destes, constatou-se que as velocidades específicas máximas de crescimento (µmáx) na presença de glicose e frutose foram superiores para as cepas heterofermentativas de Lactobacillus fermentum (0,62 h-1±0,01), quando comparadas às cepas homofermentativas de Lactobacillus plantarum (0,45 h-1±0,01). No entanto, em co-cultivos em glicose, aparentemente a cepa heterofermentativa desviou uma maior quantidade de glicose para a formação de seus metabólitos quando comparada à homofermentativa.

Compartilhe suas ideias ou dúvidas com os autores!

Sabia que o maior estímulo no desenvolvimento científico e cultural é a curiosidade? Deixe seus questionamentos ou sugestões para o autor!

Faça login para interagir

Tem uma dúvida ou sugestão? Compartilhe seu feedback com os autores!

Instituições
  • 1 Universidade de São Paulo
Eixo Temático
  • Energia, Petróleo, Gás e Biocombustíveis