38367

Otimização da produção do biossurfactante ramnolipídeo produzido por Pseudomona aeruginosa

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

Surfactantes são moléculas com propriedade anfifílica e facilitam a emulsão de hidrocarbonetos em água. Surfactantes sintéticos são comumente tóxicos e causam danos ambientais devido à sua baixa biodegradabilidade. Os biossurfactantes, moléculas produzidas por microrganismos, são uma alternativa aos surfactantes químicos. Ramnolipídeos são conhecidos por serem produzidos por espécies de bactérias Pseudomonas e pelo alto rendimento produtivo. Neste trabalho, a produção do ramnolipídeo pela P. aeruginosa, utilizando como substrato o glicerol, foi investigada e otimizada. Para avaliar as melhores respostas, utilizou-se um planejamento fatorial completo 24, investigando a influência do pH, temperatura, concentração inicial de glicerol e tempo de cultivo. Os resultados mostraram que o uso de microrganismos com capacidade de biodegradação forneceu uma estratégia eficiente para produção de biossurfactante e todos os fatores testados apresentaram efeito significativo na produção do metabólito.