82473

Saúde dos cuidadores familiares: análise de experiência na Atenção Primária

Favoritar este trabalho

Dentre as diversas funções de uma Estratégia Saúde da Família, o cuidado domiciliar tem se tornado uma ação integrada ao papel da Atenção Primária e serviços de saúde, em conjunto com a Medicina da Família e Comunidade. As populações mais necessitadas de cuidados podem receber visitas dos agentes comunitários acompanhados de médicos e enfermeiros. Entretanto, mesmo com a disposição desse serviço, exclui-se um personagem fundamental para o cuidado do doente: o cuidador. A presença dos cuidadores de idosos, doentes crônicos ou outros enfermos tem se tornado uma prática frequente entre as famílias. São pessoas que passam a gerenciar sua rotina em torno do enfermo, realizando tarefas que muitas vezes excedem suas capacidades tanto físicas quanto psíquicas e, frequentemente deixam o cuidado com sua própria saúde em segundo plano. Este trabalho tem como finalidade analisar e discutir os desafios encontrados pelos cuidadores, com base na experiência obtida nas aulas de Interação Comunitária III do curso de Medicina da Universidade Regional de Blumenau (FURB). Durante o segundo semestre de 2016, foram realizadas visitas domiciliares, no território da ESF Armando Odebrecht, Blumenau – SC. Em meio a conversas com agentes comunitárias de saúde, docente responsável e moradores do local, presenciamos situações de cuidadores desassistidos e invisíveis aos olhos da rede pública de saúde. Experienciar a vivência da comunidade através do meio acadêmico proporcionou uma visão holística do paciente e dos envolvidos no processo saúde-doença, e como o tratamento deve ser analisado de forma conjunta com a família e suas capacidades. A oportunidade de dar voz aos cuidadores permitiu aos estudantes de Medicina a compreensão da complexidade da Atenção Primária e da prática da Medicina da Família e Comunidade, promovendo associações imprescindíveis para a consolidação de um conhecimento que vai além da teoria, afirmando a construção de um profissional médico completo.