81067

Competências do médico de família acerca dos cuidados paliativos no Brasil

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

Introdução: Os Cuidados Paliativos (CP) são uma modalidade de cuidado que busca atender as necessidades de pessoas com doenças limitantes, com grande carga de sofrimento, incluindo o suporte aos seus familiares. A Medicina de Família tem como área de atuação os CP, mas a definição atual das suas competências relacionado aos CP ainda é insuficiente para seu potencial no contexto da Atenção Primária à Saúde (APS). Em 2016 iniciou-se a discussão acerca das competências pelo Grupo de Trabalho (GT) em CP da SBMFC e agora há uma nova proposta, que amplia e complementa o proposto anteriormente pela SBMFC. Objetivo Discutir e propor competências do Médico de Família para prática do CP na APS. Metodologia Por meio de discussões do GT, tendo como base o documento ‘Currículo baseado em Competências para Medicina de Família e Comunidade da SBMFC’, propõe-se um novo grupo de competências para os CP. Tal proposição embasou-se também em recomendações de competências de grupos internacionais (como a European Association for Palliative Care). Resultados Este GT sugere a incorporação ao currículo da SBMFC, exemplos de competências como: princípios dos CP, manejo de sintomas na dor total e integração da família no cuidado ao paciente. Discussão/Conclusão Há uma necessidade da discussão dos CP em relação à Medicina de Família e sua atuação na APS, visando definir seu papel como parte inerente dos CP na Rede de Atenção à Saúde (RAS) no Brasil. A definição dessas competências permitirá avançar em pontos como a educação médica, a coordenação e integração do cuidado, construção de RAS e políticas públicas, para melhor atuação do Médico de Família, tanto em âmbito público quanto privado. Com isso, será possível avançar em relação à oferta dos CP àqueles que necessitam desse cuidado em todo o Brasil.