50426

UM OLHAR SOBRE O LETRAMENTO MATEMÁTICO NAS ATIVIDADES PROPOSTAS PARA ALUNOS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL

Favoritar este trabalho Entre em contato com os autores

O texto a seguir fez parte de uma pesquisa de Mestrado apresentada no curso de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e, teve como objetivo, descrever e analisar a contribuição das tarefas propostas pelos professores do ensino comum para promover o Letramento Matemático do aluno com deficiência intelectual (DI) nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Para as análises, foi adotada, como referencial teórico, a Teoria Antropológica do Didático (TAD). O estudo foi realizado com ênfase na abordagem qualitativa e a metodologia escolhida como instrumento para a coleta de dados foi a pesquisa do tipo etnográfico, que permitiu a participação da pesquisadora em campo. O percurso metodológico deu-se no período de outubro a novembro de 2014 em uma escola da Rede Municipal de Ensino (REME) de Campo Grande, MS, escolhida por constituir-se o local onde a pesquisadora exercia suas atividades profissionais. Constatou-se neste estudo a dificuldade dos professores em articular suas práticas pedagógicas no ensino da Matemática com o contexto social do aluno. As análises indicaram a necessidade de rever o desenvolvimento da organização didática e também a continuidade de pesquisas relacionadas a essa temática para a proposição de discussões teóricas atuais e ações na prática docente.