29024

O SUJEITO COM A SÍNDROME DE WAARDENBURG NA ESCOLA COMUM: UM ESTUDO DE CASO

Favorite this paper

A Síndrome de Waardenburg é um tipo de deficiência rara, com prevalência que varia entre 1: 30000 e 1: 4000 indivíduos. Alguns estudos, no campo da medicina, enfatizam as limitações e déficits característicos dessa síndrome. No entanto, são quase inexistentes as investigações que envolvam as potencialidades, aspectos sociais e culturais do sujeito com a síndrome. Nesse sentido, este estudo tem como objetivo compreender a Síndrome de Waardenburg em uma esfera fenotípica e genotípica, bem como refletir acerca dos movimentos instituídos para a escolarização do sujeito com essa síndrome.
Para alcançar esses objetivos, estamos desenvolvendo um estudo de caso com um sujeito que possui a síndrome de Waardenburg a partir de sua percepção acerca de seu processo de escolarização e inclusão escolar. Para o alcance dos resultados, está sendo realizada uma pesquisa de campo e os procedimentos de coleta compreendem o uso de entrevista semiestruturada e de levantamento bibliográfico. Para analisar os dados, estamos utilizando a perspectiva sócio-histórica.
Como resultados parciais, ressaltamos que a escola comum pode e deve se configurar como um espaço de possibilidades de transformações para o sujeito com a Síndrome de Waardenburg, desde que seja considerada a sua subjetividade. Nesse contexto, a descoberta do diagnóstico precoce se configura um disparador de possibilidades, quando os profissionais da educação vislumbram seus alunos para além da síndrome e não apenas pela síndrome.