31175

O PROCESSO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL BRASILEIRA: MOVIMENTO DE MATRÍCULAS NO MUNICÍPIO DE SERRA-ES.

Favorite this paper

Com a inserção cada vez maior do aluno com deficiência no ensino regular, Municípios e Estados têm investido na tentativa de garantir o direito de acesso, de permanência e de aprendizagem desses alunos na escola comum.
Por meio da instituição de setores de Educação Especial, localizados nas Secretarias de Educação, os sistemas de ensino têm tentado atender o que determina a Resolução nº 2/2001, que institui as diretrizes da Educação Especial na Educação Básica.
Desse modo, nosso objetivo foi analisar o movimento de matrículas de alunos com deficiência, no período de 2008 a 2013, bem como identificar a estruturação dos setores de educação especial nos municípios capixabas, em especial no município da Serra que apresenta um grande número de matrículas e que não apresenta um plano de trabalho específico para esses alunos, sendo o município de Serra o foco de nosso estudo quando se trata do fluxo de matriculas da rede municipal.
Ancorado na perspectiva de pesquisa do tipo histórico, e para a coleta de dados, utilizou-se análises e estudos de documentos. Foram sujeitos da pesquisa os coordenadores das equipes que compõem os setores de educação especial das Secretarias Municipais de Educação do Estado do Espírito Santo, através de documentos e artigos já publicados, e de dados governamentais. Assim, esperamos que este estudo possa contribuir para reflexões e melhorias sobre as políticas de educação especial no munícipio da Serra.