31070

O ENSINO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA VISUAL: O TRABALHO DA ESCOLA E DA INSTITUIÇÃO ESPECIALIZADA

Favorite this paper

Este estudo, realizado no âmbito da iniciação científica, objetivou analisar a organização do ensino para os alunos com deficiência visual inseridos em classes comuns do Ensino Fundamental I de uma escola pública estadual. Fundamenta-se na articulação entre os conhecimentos da Pedagogia, da Didática e da Educação Especial.
Os dados foram obtidos por meio de observação participante em sala de aula do ensino regular e da instituição especializada; e entrevista semiestruturada com professores da educação comum e da instituição especializada.
A análise evidenciou que os alunos com deficiência observados não encontram, na escola comum, as condições que necessitam para aprender. Esse fato deve-se à formação insuficiente dos professores para ensiná-los e à falta de recursos específicos na escola comum acessível aos professores e aos alunos. Além disso, o trabalho realizado na instituição especializada não estabelece um vínculo com a rede comum, as relações mantidas ainda são superficiais e inconstantes.
Concluindo, a escola precisa sofrer ainda uma ampla reorganização para atender com qualidade aos alunos com deficiência. A formação dos professores é uma questão que merece destaque, ou seja, é necessário enriquecer o currículo dos cursos de graduação (Pedagogia e demais licenciaturas) e garantir formação continuada comprometida com as questões reais vivenciadas pelo professor.