28265

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: ESCOLA COMO LÓCUS DE FORMAÇÃO E APRENDIZADO DE TODOS

Favorite this paper

O texto busca dialogar com a formação continuada de professores e a constituição de práticas pedagógicas comprometidas com o processo de inclusão de alunos apoiados pela modalidade de Educação Especial. Para tanto, assume a Educação como um direito social constituído por meio de políticas públicas educacionais visando matrícula, permanência e condições de acesso ao conhecimento com qualidade socialmente referenciada.
Busca sustentação nas teorizações de vários autores, como Nóvoa, Meirieu e Bobbio, apresentando experiências de formação em contexto constituída a partir do estudo de Mestrado de um dos autores do texto. O estudo foi desenvolvido em uma escola da rede estadual, localizada no município de Serra – ES, envolvendo professores do ensino comum e estudantes com deficiência intelectual.
Pautou-se nos pressupostos da pesquisa-ação colaborativo-crítica e os dados foram produzidos de agosto a dezembro de 2010, por meio de quatro frentes de trabalho: a) observação do cotidiano escolar; b) constituição de processos de formação continuada em contexto; c) intervenção colaborativa em sala de aula; d) realização de entrevistas semiestruturadas.
Os instrumentos de coleta de dados foram o diário de campo e a gravação das entrevistas. Como reflexões, aponta a possibilidade de assunção da escola como um dos lócus de formação continuada de professores e as contribuições do trabalho colaborativo para que os alunos tenham acesso ao currículo escolar por meio de práticas pedagógicas inclusivas.