28370

FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO (AEE): DIÁLOGOS E FRONTEIRAS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL À INCLUSÃO ESCOLAR EM NOVA IGUAÇU/RJ.

Favorite this paper

A presente pesquisa está integrada em nível nacional e estadual aos projetos de pesquisa ONEESP (Observatório Nacional de Educação Especial) e OEERJ (Observatório Estadual de Educação Especial/RJ), sendo este último composto por uma equipe de cinco pesquisadores que representam quatro universidades públicas do Rio de Janeiro (UFRJ, UFF, UFRuralRJ e UERJ).
E dentre os municípios participantes da pesquisa, em nível estadual (OEERJ), destacamos neste estudo Nova Iguaçu/RJ. Essa pesquisa teve interlocução no âmbito do OEERJ e foi realizada com a participação de duas professoras do Atendimento Educacional Especializado (AEE), serviço realizado nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM‟s) e uma ex- gestora da Coordenação da Educação Especial da Secretaria de Educação do Município de Nova Iguaçu/RJ.
Esse estudo objetivou investigar a formação dessas profissionais, analisando suas concepções sobre o que pensam em sua formação na atuação com os estudantes público-alvo da educação especial.
Neste contexto, para esta pesquisa utilizamos como abordagem teórica- metodológica a Teoria Crítica da Sociedade, fundamentada no pensamento de Theodor Adorno. A coleta de dados ocorreu no mês de abril/2012 e julho/2013, onde foram organizados grupos de trabalho coletivo – grupos focais, onde ocorreram entrevistas. Em nossas considerações finais destacamos que é imperioso ampliar os investimentos na formação dos professores do AEE e dos gestores, potencializando-os na superação dos desafios encontrados em sua atuação.