30449

A monitoria da disciplina Libras junto a uma aluna com cegueira: um relato de experiência

Favorite this paper

A partir da promulgação do Decreto 5.626/ 2005, que regulamenta a Lei 10.436/2002, o ensino da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) se tornou parte integrante da grade curricular dos cursos de licenciatura e fonoaudiologia. Destarte, o presente trabalho trata de um relato de experiência sobre a vivência do exercício de monitoria da disciplina LIBRAS, ministrada no segundo período do curso de pedagogia.
No referido período encontrava-se matriculada uma aluna com cegueira congênita. Esta aluna, devido à natureza gesto-visual da LIBRAS, apresentava dificuldades quanto ao seu aprendizado. Deste modo, foi necessário o apoio da monitora para que, por meio do uso da sinalização apoiada, tornar possível à discente aprender os sinais ministrados durante a aula, assim como, realizar as atividades e avaliações concernentes a disciplina.
Contudo, essa estratégia apresentou lacunas, e a estudante apresentou dificuldades quanto ao aprendizado da LIBRAS, sendo necessário repensar o método a ser utilizado junto à aluna. Logo, a partir de uma pesquisa de cunho bibliográfico, e nas observações feitas durante as aulas, este relato de experiência leva a conclusão que o processo inclusivo da pessoa com deficiência deve ser fundamentado nas características peculiares dos sujeitos.